Desenvolvimento mobile: os desafios da manutenção de apps

O desenvolvimento mobile traz muitos desafios, mas o trabalho continua na manutenção. Como manter a solução funcionando?


O desenvolvimento mobile é uma estratégia que exige certo esforço de uma software house, seja na contratação dos profissionais ou pela manutenção de serviços como a hospedagem. Mas a complexidade vai além da criação: é preciso cuidar da manutenção dos apps.

Com o crescimento de cloud computing hoje é muito fácil criar APIs rapidamente. Muitas vezes, é possível começar até de forma gratuita, porém, um software tende a crescer. Então, surge a necessidade de expandir e evoluir o banco de dados e os serviços clouds fornecidos utilizados.

A manutenção e atualização da arquitetura a partir dos serviços básicos ficam cada vez mais caras, principalmente quando se depende de empresas estrangeiras – o cenário mais comum. A sua empresa fica sujeita à flutuação do dólar e o custo com provedores fica cada vez maior.

Mas quais são as necessidades envolvidas na manutenção do desenvolvimento de aplicativos? Como mantê-los atualizados com praticidade e quais são os custos? Entenda esse assunto nas informações a seguir!

Como é o processo de desenvolvimento mobile?

Para desenvolver um app mobile, sua empresa precisa preparar uma equipe especializada e selecionar os serviços que serão utilizados na produção. Isso inclui servidores para armazenar dados, templates, hospedagens para landing pages explicativas, ferramentas específicas, entre outros elementos.

O processo se inicia na ideia do projeto, ou seja, a necessidade por trás da criação do app. Nas software houses, é muito comum que seja para transformar um sistema ou plataforma em versão mobile, agregando valor e benefícios ao produto para o usuário final.

Os custos para a criação dessas soluções costumam ser elevados e, se a ideia é chegar a uma versão aplicável com rapidez, isso é praticamente impossível. Um projeto leva uma média de pelo menos dois meses em pequeno porte e pelo menos seis meses no caso de aplicativos mais robustos e complexos.

Isso acontece porque existem várias etapas a serem cumpridas, com a atuação de vários profissionais atuando em conjunto para solucionar os desafios de construção.

Mesmo que você pense em criar uma equipe grande para acelerar os resultados, os custos para manter esses profissionais também são altos, já que há muita demanda para um mercado ainda carente de especialistas.

Quais profissionais são necessários para um projeto de desenvolvimento de aplicativos?

O desenvolvimento mobile depende da atuação de diferentes profissionais engajados no projeto. Eles se conversam entre si de acordo com a especialização, atuando em várias frentes, desde o planejamento do projeto.

Na parte visual, temos o designer e o webdesigner. Eles são responsáveis por desenvolver o visual e o layout da interface, precisando ser especializados em usabilidade.

Isso quer dizer que não é qualquer designer que está preparado para a tarefa: ele precisa ser um designer UX/UI. É comum também os termos Front End Designer ou Front End Engineer.

Já o analista de sistemas tem a função de entender as necessidades do projeto para especificar as etapas a serem realizadas. Ele precisa conhecer sobre desenvolvimento de software para auxiliar a aplicação para a versão mobile.

Outro profissional é o arquiteto de software, que define a arquitetura técnica e participa do planejamento da programação. Ele atua em contato direto com os desenvolvedores, que são responsáveis pelo código e pela linguagem de programação. Essa é a parte mais complexa do projeto.

Temos também o analista de banco de dados, também conhecido como DBA. Ele tem função mais importante em projetos maiores, sendo quem irá tratar os volumes de dados e atuar nas rotinas referentes à manipulação dos mesmos.

É importante também contar com um analista de testes para fazer a verificação dos códigos e analisar se as etapas estão de acordo com o objetivo – os planos costumam mudar bastante durante o desenvolvimento.

E a figura que une todas as atividades: o gerente de projetos. Ele acompanha todo o cronograma e verifica as necessidades do projeto, coordenando a equipe rumo aos resultados.

Do que depende a manutenção dos apps?

A manutenção dos aplicativos depende da infraestrutura utilizada no projeto, ou seja, todas as ferramentas que incluem serviços contínuos e expansíveis. Além disso, depende também de todos os profissionais envolvidos no desenvolvimento mobile.

Vale ressaltar que o cenário tecnológico está em constante disrupção e inovação de soluções, exigindo que esses profissionais estejam sempre com o conhecimento atualizado para, igualmente, manter a estrutura do app válida.

Com isso, as empresas precisam investir em capacitação e cursos de atualização frequentemente. Isso pode ser feito também pelo acompanhamento de eventos da área e treinamentos internos.

Além disso, é importante que os profissionais estejam satisfeitos com o modo de trabalho e a cultura do negócio, pois segurá-los no projeto é outro desafio do mercado. Há muita oportunidade no setor e, se eles se sentirem desmotivados, é muito provável que abandonem o projeto em busca de novas perspectivas.

Naturalmente, esse tipo de profissional tem prazo de validade nas empresas e, por isso, as empresas precisam fazer o possível para mantê-los dentro dos projetos.

Como otimizar o desenvolvimento de aplicativos?

Se esse cenário parece complicado, há opções mais práticas no desenvolvimento de aplicativos. As dificuldades das software houses em investir na estrutura podem ser resolvidas pela contratação de aplicações já prontas, que podem se adaptar aos sistemas delas.

Muitos softwares já trazem uma estrutura que permite proporcionar aos usuários soluções padronizadas, representando uma facilidade na hora levá-los para o sistema mobile.

Dessa maneira, o custo de desenvolvimento cai consideravelmente, já que as empresas que fornecem esses aplicativos, como nós da TecnoSpeed, têm a sua própria infraestrutura, apostando em formatos que podem atender a vários clientes.

Isso facilita o desenvolvimento de aplicativos, pois os custos são dissipados entre as solicitações de uso. Assim, uma software house que solicita esses serviços já prontos economiza com toda a infraestrutura e equipe necessária.

Esse é o caso do PlugMobile, uma suíte de aplicativos que se encaixa em várias necessidades do mercado. Compatível com todas as linguagens de programação, é muito fácil aplicá-lo ao seu produto, já que tem ainda a opção white-label, ou seja, permite aplicar a sua marca ou identidade.

Essas são só algumas funcionalidades da nossa solução para o mercado. Se você tem interesse em entender se o PlugMobile atende as suas necessidades, conheça mais sobre a suíte na página oficial!

Desenvolvimento mobile? Clique aqui para conhecer as solução do Plugmobile

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados