Os principais desafios no desenvolvimento mobile

Apenas uma boa ideia não é o suficiente para que seu aplicativo faça sucesso. Conheça os principais desafios no desenvolvimento mobile.


O desenvolvimento mobile é um dos nichos que mais crescem no mercado da tecnologia atualmente. Pois a partir de 2005, os smartphones viraram mais do que uma extensão do corpo, mas uma ferramenta corporativa.

E apesar dos aplicativos já existirem há muito tempo – limitados à plataformas fixas, como o desktop – hoje, com a tecnologia mobile, suas possibilidades aumentaram significativamente. Inclusive proporcionando um acesso mais rápido e prático às informações, facilitando a tomada de decisão do seu cliente.

Assim, é importante que você, desenvolvedor, acompanhe de perto essa tendência, não apenas para manter seu software atrativo, mas também para não desperdiçar recursos. Isso porque os desafios no desenvolvimento mobile são inúmeros!

O que é tecnologia mobile?

A tecnologia mobile é aquela que permite uma movimentação durante seu uso. E no contexto corporativo, ela possibilita uma gestão mais assertiva para o seu cliente, que pode administrar seu negócio à qualquer hora e em qualquer lugar.

Ela deixou de ser apenas uma facilidade e passou a ser uma necessidade. Uma vez que integra, de forma inovadora, o desktop ao celular, aumentando a produtividade e oferecendo uma experiência personalizada.

E ainda que a tecnologia mobile tenha a capacidade de manter o crescimento corporativo, trazendo novos recursos e soluções para otimizar processos, sua criação e manutenção ainda é custosa e desafiadora.

Diversidade de sistemas operacionais

Antes de escolher os benefícios, entenda quais os principais desafios no desenvolvimento mobile.

Desenvolver um aplicativo para dispositivos móveis é uma tarefa complexa. Isso porque cada sistema operacional – como Android, IOS ou Windows Phone – demanda conhecimento em diferentes linguagens de programação.

Assim, para cada um deles, existem permissões e recursos diferentes. Porque além da variação de S.O., os smartphones variam também em tamanho, resolução e desempenho.

Por isso, é fundamental que o aplicativo funcione bem independente do dispositivo ou sistema em que esteja rodando. E para driblar esse problema, temos algumas possibilidades – que trazem consigo algumas desvantagens:

Versões independentes para cada plataforma

Também conhecido como desenvolvimento nativo, essa é uma opção em que todas as potencialidades de cada sistema são exploradas e aproveitadas.

E apesar de mais estáveis, seu investimento pode ser muito alto, uma vez que depende de várias versões para manter sua compatibilidade. Além disso, exige grande disponibilidade de tempo para que seja desenvolvido.

Desenvolvimento multiplataforma

Neste caso, os aplicativos são criados com o uso de linguagens comuns entre os sistemas operacionais, sendo reconhecida por todos eles.

E embora o processo seja mais rápido e muito mais barato em relação às versões independentes, os recursos exclusivos de cada S.O. são desperdiçados. E o resultado é…

Dificuldade para implementar novas funções

Antes de escolher os benefícios, entenda quais os principais desafios no desenvolvimento mobile.

Acompanhar a evolução das tecnologias móveis é um dos principais desafios no desenvolvimento mobile. Pois a cada nova versão do sistema operacional, as codificações são alteradas e os comandos podem parar de funcionar.

Assim, para se manter competitivo neste mercado, atualização e manutenção são fundamentais. Isso porque é através delas que os riscos e impactos negativos podem ser gerenciados – corrigidos, ajustados e melhorados.

Além disso, oferecer novas funcionalidades agrega valor à sua solução mobile. Portanto, não aprimorá-lo faz com que seu produto fique defasado e seja desvalorizado em relação ao dos concorrentes. Nada promissor, certo?

Por isso, tenha um diferencial competitivo!

Antes de iniciar qualquer projeto mobile, é válido pensar: meu aplicativo resolverá, de fato, algum problema do meu cliente? Isto é, considerando que existem mais de 5 milhões de aplicações mobile por aí, não basta ser apenas mais um.

Portanto, oferecer soluções seguras é essencial, uma vez que falhas podem comprometer a integridade dos dados do seu cliente. Investir em bons processos de autorização e identificação são determinantes para o futuro do seu negócio.

Além disso, facilitar a integração com seu ERP sem precisar implementar nada fará com que, entre tantas opções, seu cliente escolha você. Afinal, do que adianta uma tecnologia mobile que não conversa com o sistema da empresa dele?

Custos com mão de obra especializada

Contar com uma equipe de profissionais qualificados em várias linguagens também é um dos desafios no desenvolvimento mobile. Isso porque uma comunidade de desenvolvedores acostumados com a criação para a web pode não conseguir trazer a mesma técnica e experiência para o usuário.

Para projetar uma solução completa é preciso, inclusive, ter noções de design de interface. Pois nas primeiras dificuldades de interação, é muito provável que seu cliente desista da sua solução e procure uma outra opção.

Dessa forma, você pode até economizar desenvolvendo por conta própria e sem uma equipe especializada, mas lembre-se que: para mantê-la relevante serão necessários investimentos em hospedagem, monitoramento, marketing, além de taxas com licenças.

Então, como levar meu ERP para o mobile?

Coordenar uma equipe com todos esses conhecimentos é trabalhoso e demanda um aprimoramento constante. Assim como lançar um aplicativo móvel exige mais do que uma ideia, exige planejamento.

Investir em uma solução pronta poupa tempo e garante a manutenção e atualização necessária. O PlugMobile é uma suíte de aplicativos móveis pronta para ser integrada a qualquer software do mercado, e capaz de aumentar seu faturamento.

Vença todos os desafios no desenvolvimento mobile e traga melhores resultados para a sua empresa e a do seu cliente também!

Formada em Comunicação e Multimeios e pós-graduanda em Marketing, Criatividade e Inovação. Redatora do Grupo TecnoSpeed. Escreve artigos e conteúdos para a TecnoSpeed Fintech e para o PlugMobile.