Indicadores de vendas: como potencializar o negócio do seu cliente

Conheça os principais indicadores de vendas para aumentar a eficiência do negócio do seu cliente e alcançar o tão sonhado sucesso.


Os indicadores de vendas são excelentes instrumentos para o desenvolvimento de um negócio.

E por meio deles, seus clientes conseguem definir quais as estratégias necessárias para conquistar os melhores resultados, atrair clientes e vender mais.

Cada um deles, entretanto, tem uma forma particular para mensurar seu próprio desempenho.

Mas será que eles realmente sabem o quanto esses indicadores são essenciais e determinantes para o sucesso do seu empreendimento?

Se preferir, assista a versão em vídeo, apresentado pelo Felipe Vieira!

O que são indicadores de vendas?

Os indicadores de vendas são métricas imprescindíveis para uma análise completa de resultados.

Estão relacionados à performance das vendas da empresa do seu cliente, trazendo dados concretos sobre seu desenvolvimento.

Com eles, é possível identificar oportunidades de aprimoramento das estratégias, visando o aumento da lucratividade.

Por que são tão importantes?

Quando bem definidos, os indicadores de vendas auxiliam no monitoramento da estratégia do seu cliente, bem como no seu alinhamento – se necessário.

Dessa forma, esses indicadores contribuem com a construção de um ambiente melhor para que os vendedores potencializem suas capacidades.

E como o idioma das vendas são os números, é por meio do aumento deles que essa equipe também consegue aumentar sua produtividade.

Como eles ajudam no crescimento da empresa do seu cliente?

Se um vendedor deseja melhorar seus resultados, mas não tem uma estratégia clara ou age de forma independente, a conclusão da venda é menos provável.

Quando compartilhados, os indicadores de vendas ajudam a conduzir o modelo de negócio mais assertivamente e com maior probabilidade de sucesso.

Pois se toda a equipe sabe exatamente como a empresa do seu cliente funciona e pretende crescer, fica mais fácil manter o time engajado e na mesma direção.

Os principais indicadores de vendas

Para que seu cliente identifique as áreas mais problemáticas de seu negócio, é importante que ele tenha cuidado com sua quantidade de indicadores de vendas.

Isso porque eles devem facilitar a gestão, e não dificultar ainda mais o seu trabalho ou o da sua equipe de vendedores.

Entre as métricas que realmente poderão fazer a diferença, temos:

Metas

Além das técnicas de vendas, um time que se preze também precisa ser movido por metas minuciosamente planejadas.

Isto é, elas devem refletir a visão ou realidade da empresa do seu cliente, gerando satisfação e autoconfiança nos vendedores.

Por isso, todo cuidado com a sua elaboração ainda é pouco!

Uma vez que elas impactam diretamente na performance desses vendedores, que se desmotivam diante de metas absurdas.

Carteira de clientes

Ter uma carteira repleta de clientes nem sempre é sinônimo de vendas elevadas.

Até porque, mais do que simplesmente tê-los, é preciso categorizá-los para descobrir padrões de comportamento que auxiliem no aumento do volume de vendas.

Dessa forma, é importante que seu cliente mantenha uma posição realista sobre sua carteira de clientes, de modo a utilizar da melhor forma o potencial de cada um deles.

Leads gerados

Quando falamos em leads gerados, nos referimos ao número de potenciais consumidores que se interessam pela solução do seu cliente.

Essa é uma métrica que deve ser trabalhada em conjunto com o time de marketing, para que as ações de topo, meio e fundo sejam efetivas.

Portanto, quanto mais oportunidades geradas, maior o número de leads para o setor de vendas desse cliente.

Leads qualificados

Assim como no caso dos leads gerados, os leads qualificados também dependem das ações propostas pelo time de marketing.

Dessa forma, a jornada de compra precisa oferecer todas as informações necessárias sobre os produtos ou serviços do seu cliente.

Ou seja, a nutrição desses leads é mais do que fundamental para uma boa taxa de conversão.

Leads perdidos

Para que seu cliente entenda a importância de manter um bom relacionamento com os clientes dele, basta que ele observe sua taxa de recomendação.

Essa métrica demonstra os níveis de satisfação desses consumidores, a ponto de recomendarem – ou não – a empresa ou os produtos para outras pessoas.

Não basta se dedicar na pré-venda e na captação de novos clientes, e esquecer de fidelizar aqueles que um dia já acreditaram na solução do seu cliente.

Negócios fechados

Ter uma ideia do número de negócios fechados em determinado período analisado é fundamental para a elaboração das metas.

Sozinho, esse indicador de vendas tem sim sua representatividade, mas quando aliado ao ticket médio seus dados são ainda mais valiosos para o alinhamento da estratégia do seu cliente.

Canais de venda

Dizem respeito aos meios ou modos em que os serviços ou produtos do seu cliente são apresentados e comercializados.

São muitos os canais disponíveis para isso, mas não há um modelo que dê mais ou menos certo que o outro, tudo depende do segmento do negócio do seu cliente.

Ciclo de venda

Período necessário para que os vendedores concluam a venda de um produto ou serviço.

Assim, quanto menos tempo investido em uma oportunidade, mais clientes podem ser buscados e maior a receita da empresa do seu cliente.

Do contrário, o marketing não está sendo efetivo, sendo necessário nutrir ainda mais os leads para que realizem a compra.

Taxa de conversão

A taxa de conversão avalia a eficiência da equipe de vendas do seu cliente.

Isto é, seu desempenho quanto às oportunidades que realmente foram aproveitadas e fechadas.

Ela guia o ciclo de vendas, uma vez que analisa o rendimento das estratégias, permitindo entender as necessidades e expectativas dos clientes do seu cliente.

Ticket médio

Em resumo, indica o gasto médio por pedido, sendo um dos principais indicadores de vendas – uma vez que está ligado ao faturamento da empresa.

No caso dos clientes que objetivam o aumento do ticket médio, trabalhar para fidelizar um cliente é mais lucrativo do que buscar uma nova oportunidade.

CAC (Custo Por Aquisição)

Representa todos os valores investidos para transformar um prospecto em um cliente.

Por meio dele seu cliente avalia se vale a pena ou não continuar se dedicando a determinadas estratégias para a captação de leads.

Se o CAC for maior do que o gasto médio: prejuízo! Seu cliente tem investido mais para adquirir um consumidor do que ele tem dado de retorno.

Satisfação da equipe de vendedores

Assim como os clientes, os vendedores também são essenciais para um bom desenvolvimento do negócio.

Por isso, é importante que seu cliente crie um sistema que ajude a compreender as necessidades desses colaboradores.

Ainda mais porque os profissionais que trabalham motivados rendem muito mais!

Para sua motivação: estabeleça metas justas, ofereça comissões e premiações, proporcione benefícios, assim como boas ferramentas de trabalho e oportunidades de capacitação.

Em síntese, seu cliente precisa determinar qual o conjunto de indicadores de vendas que realmente fazem a diferença para o crescimento do seu negócio.

Dessa forma, tanto ele quanto a sua equipe de vendedores se esforçarão para definir as melhores técnicas, potencializando as vendas exponencialmente.

Conheça os principais indicadores de vendas.

Formada em Comunicação e Multimeios e pós-graduanda em Marketing, Criatividade e Inovação. Redatora do Grupo TecnoSpeed. Escreve artigos e conteúdos para a TecnoSpeed Fintech e para o PlugMobile.

Artigos relacionados