Tributação fiscal no Brasil: como se manter atualizado com esse sistema?

A tributação fiscal no Brasil é uma questão dinâmica e também onerosa. Por isso, manter-se atualizado é um desafio constante. Confira nossa solução!


Sem dúvidas, a tributação fiscal no Brasil é um regime muito importante para que uma empresa funcione de maneira legal perante à União. Consequentemente, a emissão de documentos desse sistema necessita de atualizações frequentes, pois sempre está com mudanças no funcionamento, deixando muitos empresários para trás.

Agora, pense você: é possível estar sempre a par de tudo? Mesmo que o governo informe sobre as alterações que acontecem na tributação fiscal, acompanhar tudo que acontece nesse meio é complexo! 

Por isso, pensando em você, que precisa estar sempre atualizado com esse regime, trouxemos algumas dicas essenciais de como se manter em dia com as normas de emissão de documentos fiscais. Continue aqui e entenda tudo sobre o assunto! Boa leitura. 

MDF-e TecnoSpeed

A tributação fiscal no Brasil e sua complexidade

O regime de tributação no Brasil é mais complexo do que se imagina. Os termos como NFS-e, NF-e e outros podem até ser comuns, porém poucas pessoas sabem como eles funcionam de verdade — além de conseguirem acompanhar as mudanças que ocorrem frequentemente. 

Vamos imaginar, por exemplo: uma empresa do interior do Rio de Janeiro utiliza as normas do seu município para fazer a emissão de notas fiscais. Contudo, devido algumas alterações da cidade, esse negócio precisa mudar o método que gera esses documentos. Mesmo que seja um serviço comum, é muito importante o acompanhamento de um especialista.

A falta de um profissional para acompanhar a tributação fiscal de uma empresa gera muita dor de cabeça. Com isso, além de perder tempo e dinheiro tentando fazer as alterações necessárias, você pode até mesmo fazer que um cliente desista de consumir o seu produto.  

Atualizações frequentes no sistema

As atualizações frequentes possuem justificativas. Em primeiro lugar, muitas normas são municipais e estaduais, variando de acordo com a região em que a sua empresa se encontra. Alguns empresários acabam se confundindo com isso e adotando legislações do local errado.

Além disso, as mudanças ocorrem para atualizar esse regime e consequentemente deixá-lo mais otimizado para os negócios. É importante destacar que, como falamos acima, essas alterações ocorrem em municípios e estados. Ou seja, é fundamental andar lado a lado às atualizações desses níveis. 

Problemas com a emissão de documentos fiscais

O problema com a tributação fiscal é, então, comum entre os empresários. Mesmo que você seja uma pessoa atualizada nesse mundo é preciso além de conhecimentos na área, mas também o auxílio de algumas ferramentas tecnológicas, desenvolvidas para acabar esses problemas.

Para que você entenda de vez como a tecnologia pode ajudar, destacamos aqui três pontos negativos, que com o acompanhamento de software poderia ser evitado: 

  • Tempo gasto

Em primeiro lugar, empresários ou demais profissionais que buscam por conta própria atualizar esses regimes perdem muito tempo nesse processo. Como já falamos, mesmo que você seja uma pessoa entendida do assunto, as mudanças são constantes e exigem a presença de um especialista no assunto para cuidar somente disso!

Agora, imagine se você tivesse um sistema de tributação fiscal, que se atualizasse sozinho – com a ajuda de um profissional do ramo – sem a necessidade de perder tempo procurando sobre as mudanças. Seria um adianto enorme para a sua empresa!

  • Documento errado

Além disso, precisamos tratar de outro fator que acontece com frequência: a emissão de um documento errado. Para uma empresa que não possui um software atualizado com as normas tributárias, fazer a substituição se torna muito mais dificuldade.

Ou seja, novamente temos outro incentivo para adoção de um sistema voltado somente para isso, a fim de auxiliar o seu negócio com a emissão de documentos fiscais.

  • Inconsistência no sistema

Por último e talvez o mais grave entre os três, um sistema pouco adaptado, que não esteja de acordo com a tributação fiscal atualizada, pode gerar inconsistência no sistema. Já imaginou você tentar a emissão de uma NFS-e e ficar horas com o programa indisponível?

Esse tipo de problema pode custar a desistência de um consumidor! Ou seja, aqui vemos que além desse tipo de software ser um método para atualizar uma empresa quanto as novas normas tributárias, ele também serve para corrigir erros do sistema e até mesmo diminuir as chances de um problema diretamente relacionado com o cliente. 

Soluções para problemas com a tributação fiscal

Em meio a isso voltamos à dúvida inicial: como manter os documentos fiscais em dia? Entendemos até agora que essa área é complexa e que mesmo que você busque e entenda sobre o assunto, nunca será suficiente para estar atualizado no tempo certo.

Porém, existe uma solução para isso. Um software, voltado para essas mudanças, sempre conectado com os blogues do governo e em dia com as tributações fiscais, para que diminua esse espaço prejudicial causado pelo tempo gasto, documento errado ou inconsistência no sistema.

Enfim, para que a empresa realmente esteja em dia com esse tipo de regime é preciso o auxílio da tecnologia. 

Soluções fiscais

Conclusão

A emissão de documentos fiscais pode ser menos complexa do que tudo isso. Se você ficou interessado em saber como esses softwares funcionam, além de conversar com um especialista na área para saber sobre as frequentes alterações que acontecem no regime de tributação fiscal, entre em contato com a gente e veja com a nossa equipe todas as novidades na área!

Por isso, se você trabalha com emissão de notas fiscais eletrônicas e ficou interessado com esse tipo de sistema, continue aqui na TecnoSpeed.

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados