Certificados digitais: essencial para Software Houses

Desde 2015 o mercado de certificados digitais têm crescido muito e a sua hora de crescer com ele chegou!


Certificado digital não é um assunto relativamente novo, mas talvez você ainda não saiba é que o uso desta tecnologia tem se tornado cada vez mais comum e deixou de ser exclusivo das grande empresas. Pessoas físicas e microempreendedores estão encontrando muitos benefícios em sua utilização.

E não é só isso. Por conta desta recente expansão do uso do certificado digital, novas oportunidades têm sido criadas, servindo de pontapé para que este nicho de mercado cresça e busque inovação.

Entendendo mais sobre certificados digitais 

Certificado digital é a identidade digital de uma pessoa, seja ela física ou jurídica. É por meio desta tecnologia que operações feitas pela internet podem ser validadas juridicamente. Ele garante que as transações e outros serviços eletrônicos sejam autênticos e estejam protegidos contra fraudes. 

E tudo isso só é possível porque os documentos utilizam tecnologia de criptografia embarcada que garante sua segurança. 

Além disso, o Certificado Digital deve ser assinado por uma Autoridade Certificadora, que obedece rígidos regulamentos estabelecidos pela ICP-Brasil (Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira). Essa autoridade confere a cada titular do certificado digital seu próprio par de chaves criptográficas.

Dentre as vantagens de adoção deste tipo de tecnologia, temos: 

  • Sustentabilidade: A assinatura digital de documentos evita que ele tenha que ser impresso para ser assinado e autenticado em cartório, por exemplo.
  • Desburocratização: O envio e recebimento de documentos autenticados digitalmente também evita idas ao cartório, correios, serviço de motoboy, encontros presenciais, entre outros.
  • Armazenamento em nuvem: O titular do Certificado Digital faz seu login para acessar seus documentos de qualquer lugar a partir de dispositivos móveis.
  • Fisco: É a melhor forma de se manter a par das regulamentações brasileiras e evitar multas ou penalidades.   

Tudo isso sem contar com a proteção contra fraudes, autenticação jurídica e segurança já citadas acima. A seguir, vamos falar um pouco mais sobre quem pode utilizar os certificados digitais e porque este mercado tem crescido tanto ultimamente.

Certificado Digital em números

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação, conhecido também como ITI, divulgou dados atualizados sobre a emissão de certificados digitais de 2019. Nesta pesquisa, o ITI mostrou que, em comparação com o mês de janeiro do ano anterior, houve um crescimento de cerca de 29,30%, com o total de 428.105 emissões.  

Já no período de fevereiro de 2018 a janeiro de 2019, foram emitidos 4.513.431 certificados, o que mostra um crescimento de 23,92% em relação ao mesmo período entre 2017 e 2018. 

A grande procura pelos certificados digitais foi potencializada em 2015. 

Naquele ano a Receita Federal do Brasil passou a obrigar todas as empresas a emitirem suas declarações e notas fiscais em formato eletrônico com assinatura digital validada juridicamente e garantia de auditoria. 

Desde então as empresas têm procurado este tipo de tecnologia como forma segura e ágil de autenticar e assegurar suas transações e documentações digitais. Os números acima mostram que esta é a oportunidade certa de entrar neste mercado que continua mostrando um grande potencial futuro. 

Mas não são apenas as grande empresas que têm se beneficiado com esta tecnologia não! A emissão de certificado digital para pessoas físicas, chamados de e-CPF, por exemplo, também cresceu bastante nos últimos anos.

Dentre os certificados digitais em formato A1, que são similares aos pen-drives e podem ser utilizados em todos os dispositivos móveis, 8,06% foram emitidos por pessoas físicas, segundo o levantamento do ITI. 

Já em relação aos certificados digitais em formato A3, que necessitam de um token ou smartcard para funcionar, 25,46% foram emitidos por pessoas físicas, segundo a mesma fonte. 

Estes números tendem a aumentar, porque os profissionais autônomos ou liberais veem muitos benefícios com o e-CPF. Principalmente em relação ao acesso rápido e direto ao site da Receita Federal, liberação de compra e venda pela internet, disponibilidade de acesso 24 horas por dia, entre outros. 

Novos usos do Certificado Digital

Segundo o próprio site da ITI, o certificado digital facilita o acesso a diversos serviços pela internet. É por isso que, a cada dia, novos órgãos, sistemas e programas obrigam empresas e profissionais a utilizarem este tipo de tecnologia para acessarem seus ambientes.    

A SIGEF, Sistema de Gestão Fundiária, por exemplo, presta serviços como recepção, validação, organização, regularização e disponibilização das informações georreferenciadas de limites de imóveis rurais por meio do certificado ICP-Brasil.  Além disso, os produtores rurais, desde o dia primeiro de julho de 2019, também deverão emitir Nota Fiscal Eletrônica através do Portal da NF-e.  

Já o DMED, que é o programa gerador da Declaração de Serviços Médicos e de Saúde, também deve ser assinado digitalmente e entregue à Receita Federal através do certificado digital

Em relação à Carteiras de Identidade Profissional, muitas profissões, como advogados, médicos, corretores e contadores, devem emitir seu documento pelos respectivos órgãos de classe, sempre com certificado digital.

A transformação digital tem levado a modernização para todos os setores da economia. Profissionais, empresas e órgãos de todos os tipos estão aproveitando as vantagens trazidas com a certificação digital para melhorarem seus processos e negócios.

Como citado nos textos acima, desde 2015, quando houve o pico de crescimento, a procura e emissão por certificados digitais continuam crescendo, e a oportunidade para quem quer entrar no mercado parece muito promissora!

Sua Software House também pode aumentar resultados com o certificado digital. Por exemplo, se você oferecer certificado digital aos clientes do seu software, e contar com a indicação remunerada, você recebe mais e gasta menos com suporte.

Além de aumentar seu faturamento, você emite o certificado no momento da implantação do software. Ou pode renovar durante uma visita técnica, sem precisar se deslocar até uma agência certificadora.

Isso ainda vai reforçar a ideia de que sua solução é realmente completa e dispõe inclusive de certificado digital. Então, acesse o nosso site, onde falamos mais sobre o assunto e não perca essa oportunidade!

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados