O que é gestão fiscal? Respondemos todas suas dúvidas 

A gestão fiscal é complexa, mas após iniciada, pode gerar muitas vantagens para qualquer negócio. Veja como levar esse valor para o seu cliente nesse artigo.


Nem precisamos explicar o quanto a gestão fiscal é importante para que os negócios prosperem, não é mesmo? Sabemos que você já está acostumado com essa prática e executa as atividades necessárias para manter-se em dia com a administração tributária, mas será que seus clientes também sabem disso? Ou já conseguiram implementá-la de forma eficaz?

Neste artigo vamos falar sobre gestão fiscal de forma descomplicada e trazer informações ricas para que você consiga abordar esse assunto com seus prospects oferecendo soluções para realizar os procedimentos fiscais e de tributos de modo seguro e rápido. 

NF-e

O que é gestão fiscal?

A gestão fiscal compreende todas as atividades ligadas ao pagamento de impostos, à administração tributária em geral e a escrituração fiscal do segmento e regime em que a empresa se enquadra. 

Cada regime tributário e segmento demanda operações diferentes, seja na emissão de documentos fiscais eletrônicos, na elaboração do planejamento tributário, no valor dos impostos cobrados, nas formas de distribuição para os atores envolvidos e até nas regras de tempo de armazenamento de arquivos. Essas são algumas das atividades que compreendem a gestão fiscal, que é determinante para o sucesso de uma empresa. 

A importância da gestão fiscal para empresas

Podemos dizer que quando uma empresa passa a questionar sobre o que é gestão fiscal já houve um grande avanço. Atender a demanda fiscal do segmento é o primeiro passo, já que é obrigatório seguir a legislação vigente no país para poder operar no mercado. No entanto, ao entendê-la como uma área que precisa de gestão, tal como recursos humanos ou processos, a empresa acaba se destacando das concorrentes. 

Isso acontece porque gestão fiscal influencia em todos os departamentos da empresa e, consequentemente, na entrega para o cliente final. Quando é bem feita, pode agilizar a liberação de mercadorias, manter a equipe bem informada, otimizar a construção de inventários ou arquivos, baratear custos e, sobretudo, evitar problemas. 

A falta de organização com as demandas fiscais podem acarretar em investigações do fisco e, nos piores casos, como de sonegação fiscal, levar a punições, como multas ou até prisão. 

Além dos emissores que agem de má fé, destacamos que a sonegação fiscal pode acontecer de forma não intencional, por falta de conhecimento na área. Por isso é tão importante conscientizar os clientes da sua software house em relação ao assunto, garantindo que eles não passem por apuros e contratempos. 

Os responsáveis pela gestão fiscal devem estar em constante diálogo com outros departamentos, alinhados à visão macro da organização e ao plano de crescimento do negócio. Lembre-se: é uma atividade fundamental e obrigatória que precisa ser integrada à administração geral da empresa. 

Benefícios da gestão fiscal

post it e computador em cima da mesa, é um ambiente de escritório cheio de gráficos e papéis.

Para passar a ter uma gestão fiscal efetiva, dela deve deixar de ser uma opção, para se tornar obrigação.

Em resumo, os maiores benefícios são: poupar recursos financeiros e otimizar o tempo dos colaboradores. É muito comum ouvir dizer que a gestão fiscal é apenas “preventiva”, mas os ganhos são inúmeros. 

Veja nos tópicos abaixo como isso é possível e quais recursos ajudam na implementação da gestão fiscal. 

Esteja em dia com o fisco

A legislação tributária no Brasil é considerada bastante complexa. Nos últimos anos, diversas iniciativas vêm sendo feitas para torná-la menos morosa e mais acessível para empresas de todos os portes e setores.

A substituição de documentos fiscais impressos por versões eletrônicas, a unificação de conjuntos de notas e o lançamento de regimes de simplificação, como a Nota Fiscal Fácil (NFF) são alguns exemplos. Porém, ainda é muito comum que empresas tenham problemas com o fisco por cometer erros no momento de preencher notas, ao declarar determinados tipos de informações e também no cálculo de pagamento dos tributos da categoria. 

Com a implementação de uma gestão fiscal bem feita, é possível evitar essas situações. 

Quando há suspeita de fraude fiscal, por exemplo, documentos fiscais podem ser solicitados para investigação. 

Os documentos devem ser armazenados de acordo com a legislação do segmento, sendo disponibilizado para averiguação. Além de evitar sanções e multas, a percepção da comunidade em relação à empresa também se mantém em alta. Afinal, investigações fiscais prejudicam a reputação dos negócios perante ao público interno (colaboradores) e externo (clientes). 

Economize nos tributos

A economia proporcionada bem por uma gestão fiscal efetiva não é só preventiva. Como contempla o planejamento tributário e análise do segmento, é possível encontrar o regime tributário que melhor se adequa a realidade e contexto da empresa. E isso tem impacto direto no valor pago em tributos. 

O conhecimento das possibilidades de administração fiscal, como uso de cartas de correção, por exemplo, podem facilitar e agilizar procedimentos. Quando combinado com ações de inteligência fiscal, ou seja, de análise e proteção de informações fiscais com menos recursos humanos envolvidos, também há uma economia considerável no tempo de dedicação às atividades fiscais. 

Tome decisões mais assertivas

A organização, documentação e sistematização na parte fiscal permite análises mais específicas e a identificação de falhas e gargalos em processos internos. Uma situação incomum no setor administrativo que cuida dos módulos fiscais pode impulsionar mudanças em toda a organização. 

Outro benefício da gestão fiscal é ter a parte de distribuição funcionamento perfeitamente. Quando todos os atores envolvidos nos processos fiscais entendem minimamente como são os procedimentos, sua importância e como consultá-los, há mais autonomia e facilidade na comunicação dentro do fluxo de trabalho.

Ganhe tempo para o que importa

Quando a gestão e o planejamento fiscal são levados à sério, as obrigações perante a legislação vigente estão em dia, a demanda vira rotina dentro da organização, que consegue focar no que mais importa, como a qualidade do produto ou serviço, o desenvolvimento de novas ferramentas e recursos, o repasse de recursos para setores de inovação, expansão para novas praças, entre outros. E qual empresa não quer isso? 

Agora que você já aprendeu sobre a importância da gestão fiscal, apresente essa realidade para os seus clientes! Oferecemos componentes e serviços integráveis atualizados de acordo com a legislação vigente, que automatizam a emissão de documentos fiscais no seu software e agrega muito mais valor ao seu software. 

Solução em Gestão Fiscal

Summary
O que é gestão fiscal?
Article Name
O que é gestão fiscal?
Description
A gestão fiscal compreende todas as atividades ligadas ao pagamento de impostos, à administração tributária em geral e a escrituração fiscal do segmento e regime em que a empresa se enquadra.  Cada regime tributário e segmento demanda operações diferentes, seja na emissão de documentos fiscais eletrônicos, na elaboração do planejamento tributário, no valor dos impostos cobrados, nas formas de distribuição para os atores envolvidos e até nas regras de tempo de armazenamento de arquivos. Essas são algumas das atividades que compreendem a gestão fiscal, que é determinante para o sucesso de uma empresa. 
Author
Formado em Marketing. Redator do Grupo TecnoSpeed. Escreve artigos e conteúdos para TecnoSpeed DF-e, Certificados Digitais e WiFire.

Artigos relacionados