Tempo de Leitura: 4 minutos

A Nota Fiscal Avulsa é uma excelente forma de formalizar suas transações e pode te ajudar a garantir uma vantagem competitiva frente a seus concorrentes. Entenda como ela funciona e quem pode usá-la.


Se o seu negócio faz vendas esporádicas e você não tem obrigatoriedade de emitir notas fiscais, a Nota Fiscal Avulsa pode ser uma excelente solução para o seu negócio. Para quem não é familiarizado com o universo das notas fiscais, o assunto tende a causar algumas confusões, mas não precisa se preocupar. Cada tipo de nota fiscal é destinado a um formato de empresa e mesmo os microempreendedores podem se beneficiar desse documento fiscal.

Vamos esclarecer todas as dúvidas a respeito da Nota Fiscal Avulsa, explicar a quem ela se destina, quais são os prós e contras e mostrar qual a relação dos MEIs com esse modelo de nota. Leia o post e compartilhe com aquela pessoa que precisa conhecer essa modalidade! 

NF-e

O que é Nota Fiscal Avulsa?

A Nota Fiscal Avulsa é um documento fiscal que serve como comprovante para empreendedores ou empresas que não tem uma frequência de vendas ou prestação de serviços muito bem definida e também para os que não têm obrigatoriedade de emitir notas fiscais de produto e de serviço eletrônica. Ela pode ser emitida eletronicamente pelo site da Sefaz (Secretaria da Fazenda do Estado) ou manualmente em papel, e seus campos são bem parecidos aos da nota fiscal tradicional.

Ela também é a solução para empresas que costumam vender sem nota fiscal, mas que às vezes são solicitadas a fazer a emissão por determinados clientes.

Quem pode emitir uma Nota Fiscal Avulsa

A Nota Fiscal Avulsa pode ser emitida por micro e pequenas empresas, autônomos que não possuem CNPJ, pelos microempreendedores individuais e por não contribuintes do ICMS. As empresas que não têm um software para emissão de notas fiscais também podem se beneficiar do sistema de nota fiscal avulsa.

Como faço para emiti-la?

Esse é um procedimento que não tem padronização no Brasil todo, já que cada estado tem sua própria legislação. Alguns estados, como é o caso do Distrito Federal, nem mesmo oferecem essa possibilidade.

No geral, para emitir a Nota Fiscal Avulsa é preciso fazer um cadastro no site da Sefaz, aguardar uma autorização e aí começar a emitir as notas.

É possível consultar uma nota fiscal avulsa?

Consultar uma nota fiscal avulsa é muito fácil. Basta entrar nesse site, informar a chave de acesso, a imagem de controle que irá aparecer abaixo do box e selecionar a opção “Produção” ou “Homologação”. O primeiro caso serve para notas fiscais com validade jurídica e o segundo para as que não têm essa validade.

Quais são os benefícios?

Veja as vantagens da nota fiscal avulsa.
A nota fiscal avulsa pode ser emitida por pessoa física ou empresas, porém, as regras na forma de emissão podem variar entre os municípios. | Imagem: Pexels

Existem diversas vantagens para os emissores da NFA, principalmente para micro e pequenos empreendedores. Listamos algumas delas a seguir, dá uma olhada:

Segurança

Por meio da NFA-e, o formato eletrônico da nota avulsa, os dados ficam armazenados em uma chave XML, sem o risco de acontecer perdas ou extravios, como ocorre com as notas físicas em papel. Isso garante muito mais segurança e confiabilidade nas operações.

Parcerias com empresas maiores

Algumas empresas só compram produtos ou contratam serviços de negócios que emitem nota fiscal, então a possibilidade de emitir a Nota Fiscal Avulsa representa uma vantagem competitiva no mercado. Isso poderá significar um ponto bastante positivo no portfólio da sua empresa. 

Economia

Para os casos das notas fiscais tradicionais, é necessário ter um software para emissão. Embora hoje existam bons ERPs a preços acessíveis, muitas pequenas empresas e microempreendedores não podem arcar com esse custo, então a possibilidade de emitir notas sem o intermédio de um software é uma grande vantagem.

Quais são os pontos negativos?

Existem também algumas desvantagens no sistema da Nota Fiscal Avulsa. É importante estar atento a todos os prós e contras ao optar por esse modelo. Veja abaixo quais pontos negativos você pode encontrar.

Impossibilidade de correção

É isso mesmo, não pode errar. Não funciona como na Nota Fiscal Eletrônica, que você pode ajustar por uma carta de correção. A atenção precisa ser redobrada, porque se algo for preenchido errado, você terá que cancelar a nota e emitir outra. É um sistema bastante frágil.

Falta de padronização

Como já falamos, o sistema da Nota Fiscal Avulsa é diferente em cada estado da federação. É preciso consultar a Sefaz do seu estado para averiguar quais são as particularidades da sua unidade, lembrando também que alguns estados não disponibilizam esse serviço.

Saiba ainda mais sobre Nota Fiscal Avulsa neste vídeo. Confira:

O que é Nota Fiscal Avulsa? | DF-e

Falta de praticidade

A Nota Avulsa é indicada somente para quem faz vendas esporádicas que precisam de nota, porque os dados precisam ser preenchidos manualmente toda vez que uma nova nota for gerada. Imagina ter que fazer isso todos os dias, mais de uma vez por dia? As perdas em tempo e produtividade podem ser bem significativas.

Limite de itens

Você só pode inserir 10 itens na Nota Avulsa, o sistema não aceita mais do que isso. Para alguns empreendedores, isso não é necessariamente um problema, já para outros isso pode ser uma grande dor de cabeça. 

Dúvidas

Quando o assunto é Nota Fiscal Avulsa, é normal surgirem algumas dúvidas. Vamos esclarecê-las?

Como ficam os MEIs?

Os microempreendedores individuais não precisam emitir notas fiscais para pessoas físicas, mas quando o cliente é uma pessoa jurídica isso muda. O MEI precisa emitir nota ou o cliente emite uma Nota Fiscal de Entrada que justifique a transação. Nesse cenário, a NFA tem se mostrado uma ótima solução. 

Quais são os tipos?

Existem dois tipos de Nota Fiscal Avulsa, mas o processo de emissão é sempre o mesmo. O primeiro é o Modelo 55, o mesmo utilizado pela NF-e, a diferença é que a emissão e o armazenamento são apenas eletrônicos, sem arquivo de impressão. Tudo fica concentrado dentro de um arquivo XML.

O segundo formato é o Modelo 1-A, no qual a nota é gerada normalmente, mas somente a versão impressa é que tem validade fiscal. Nesse caso, é preciso tomar muito cuidado para não perder ou extraviar essas vias.

Conclusão

E aí, a Nota Fiscal Avulsa é uma boa solução para o seu caso? Com ela, você pode formalizar seus pedidos, aumentando sua credibilidade com seus clientes e concorrentes.

Gostou desse post? Assine a nossa newsletter para receber conteúdos exclusivos sobre o universo da tecnologia e descubra muitas novidades que vão enriquecer seu repertório de conhecimentos!

 


Summary
O que é Nota Fiscal Avulsa?
Article Name
O que é Nota Fiscal Avulsa?
Description
A Nota Fiscal Avulsa é um documento fiscal que serve como comprovante para empreendedores ou empresas que não tem uma frequência de vendas ou prestação de serviços muito bem definida e também para os que não têm obrigatoriedade de emitir notas fiscais de produto e de serviço eletrônica. Ela pode ser emitida eletronicamente pelo site da Sefaz (Secretaria da Fazenda do Estado) ou manualmente em papel, e seus campos são bem parecidos aos da nota fiscal tradicional. Ela também é a solução para empresas que costumam vender sem nota fiscal, mas que às vezes são solicitadas a fazer a emissão por determinados clientes.
Author
Publisher Name
TecnoSpeed
Publisher Logo

Localização

Tecnospeed ©  2022. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.