Nota fiscal de ecommerce: saiba tudo

A emissão de nota fiscal de ecommerce é obrigatória? Veja como a implementação de uma API própria facilita esse processo e muito mais!


O comércio ganhou uma nova faceta no Brasil e em todo o mundo. As vendas pela internet cresceram acima do comum, trazendo conforto ao consumidor que está atrás de um produto específico, mas muitas dúvidas ao desenvolvedor. Uma pergunta frequente entre esses profissionais é sobre como implementar nota fiscal de ecommerce. 

Para você que não sabe como integrar esse tipo de sistema a um software ou entende pouco sobre o assunto, veja aqui se a nota fiscal de ecommerce realmente é necessária para esse tipo de comércio, além das vantagens de adotar esse método de emissão e como fazer essa implementação em um site.

Continue aqui e acompanhe o nosso artigo! Boa leitura.  

api rest nfse no seu software, tudo automatizado. Conheça aqui

Nota fiscal de ecommerce: obrigação ou opção?

Você, profissional de programação, sempre está atualizado diante das novidades do mercado de tecnologia, não é mesmo? Uma forma de se manter estável nesse nicho e se sobressair em relação aos concorrentes é estudando cada vez mais sobre outras linguagens e especializando-se na sua área de atuação.

Contudo, quando o seu trabalho envolve outro estudo, as coisas ficam mais complexas. O desenvolvedor que trabalha com criação de sistemas que emitem documentos fiscais, por exemplo, precisa entender não somente sobre programação, mas também sobre as leis fiscais que regem esse serviço.

Uma dúvida muito frequente é sobre a obrigação de fazer uma nota fiscal de ecommerce. Alguns atuantes na área simplesmente ignoram essa opção, porém é obrigatório que todo comércio — mesmo que seja virtual — emita esse tipo de documento. 

Por que é obrigatório?

Um comércio físico precisa pagar uma série de tributos para que o seu negócio continue ativo. A maioria deles envolve o lugar propriamente dito, sendo o ICMS uma dessas cobranças — e que varia de acordo com o estado. Mas muitos profissionais acabam pecando quando se trata de vendas online. 

A nota fiscal ecommerce é obrigatória porque, independente de qual seja a forma de venda do seu produto, o comerciante precisa pagar o imposto em cima daquela venda ao governo e comprovar para a Secretaria da Fazenda. Sem isso, ele funciona de maneira ilegal no mercado brasileiro. 

As vantagens de adotar um sistema de NFe

A adoção da nota fiscal ecommerce vai além de se manter em funcionamento legal no país, mas também como uma forma de facilitar a compra do seu consumidor e tornar a experiência dele muito melhor. 

Mesmo que você não seja um profissional que trabalhe com esse tipo de desenvolvimento, separamos aqui duas vantagens que são extremamente importantes e que tornam esse serviço um diferencial para cada loja virtual. 

1. Fugir de empresas terceirizadas

Em primeiro lugar, o desenvolvedor que cria um site para o seu cliente e disponibiliza uma API de emissão de documentos fiscais automaticamente está auxiliando esse comerciante a fugir de empresas terceirizadas. 

No mercado é muito comum haver sites que servem como intermediadoras de pagamento, recebendo o dinheiro do consumidor e emitindo a nota fiscal no nome da empresa parceira. De certa forma, esse procedimento parece vantajoso, porém ele é recomendado apenas para ecommerces que vendem muito pouco.

A cada produto comprado, o comerciante precisa pagar uma taxa considerável à terceirizada, perdendo uma parte da sua margem de lucro. Além disso, o procedimento torna-se muito mais demorado, abrindo margem para o consumidor ter uma experiência de compra ruim. Por isso, adotar um sistema próprio de nota fiscal de ecommerce é a opção mais viável. 

2. Acelerar o processo de compra

Outro ponto benéfico é que, ao evitar o uso de sistemas terceirizados para gerar o documento fiscal, a empresa encurta o processo de compra desse consumidor e faz com que ele se sinta mais satisfeito com a experiência na loja.

A opção de adotar a um sistema de nota fiscal de ecommerce, então, vai além de facilitar a vida do empresário e do cliente, mas também de colocar em prática estudos sobre experiência do usuário (UX).

É importante salientar que algumas empresas precisam integrar ao seu ERP obrigatoriamente um sistema próprio, que emita não somente NF-e, mas também outros documentos fiscais. Busque para o seu cliente as informações necessárias no Secretaria da Fazenda e saiba o que é preciso para cada comércio. 

Como implementar esse sistema?

Para você, desenvolvedor, que está em busca de um sistema de nota fiscal de ecommerce para implementar ao software do seu cliente, não se preocupe! A TecnoSpeed é especializada neste assunto e oferece todas as ferramentas necessárias para acabar com esse tipo de problema.  

O PlugNotas é um serviço de emissão de documentos fiscais que oferecemos aos programadores que estão no desenvolvimento de um sistema como esse. Além de facilitar a vida desse profissional, damos o melhor suporte a ele, já que a API em questão possui alta compatibilidade com as linguagens de programação, além de fácil integração.

Se você é um profissional da área, que está buscando por serviços de emissão de nota fiscal de ecommerce, entre em contato com a gente e tenha a melhor solução para o seu projeto! 

Conheça o PlugNotas

Conclusão 

Antes de encerrarmos é preciso retomar tudo que discutimos aqui: a emissão de nota fiscal de ecommerce, então, é obrigatória segundo a legislação brasileira.  É importante que você, profissional de desenvolvimento, esteja inteirado diante as normas desse setor. 

A implementação de uma API própria, a destacar o sistema PlugNotas da TecnoSpeed, é uma ótima solução para os programadores que não sabem mexer com esse tipo de criação ou que não conhecem tudo sobre o desenvolvimento de API’s e questões burocráticas de documentos fiscais.

Para você que curtiu o nosso artigo e quer saber sobre outros assuntos como esse, continue aqui, saiba mais sobre o PlugNotas e acompanhe as atualizações do nosso blog!

Formado em Marketing. Redator do Grupo TecnoSpeed. Escreve artigos e conteúdos para TecnoSpeed DF-e, Certificados Digitais e WiFire.

Artigos relacionados