Controle de dados: ofereça uma solução de Dashboard BI para o seu cliente

Dashboard Bi é a melhor forma que você pode aplicar para controle de dados. Ele monitora métricas, estimativas e resultados em tempo real. Confira como ele pode agregar no seu negócio.


Que as empresas estão cada vez mais tecnológicas, todos nós sabemos. O uso de sistemas próprios, além de métodos que auxiliam na organização de informações, cresce em grande escala, trazendo melhorias para os negócios. Uma forma de fazer isso é a através do controle de dados em software house.

Diante disso, você, desenvolvedor, que está em busca de uma ferramenta para fazer esse tipo de organização, verá nesse artigo o controle de dados em software house ideal, além de outros pontos, como os benefícios desse sistema e a interatividade que ele traz.

Continue com a gente e acompanhe tudo sobre o assunto! Boa leitura. 

A relação entre empresa e sistemas comunicativos 

As empresas estão preocupadas com a comunicação entre o quadro de funcionários e clientes, pois a forma que eles interagem é importante para que o negócio tenha bons resultados. Para isso, as dashboards BI são essenciais, porque em reuniões, por exemplo, o assunto se torna descomplicado e didático a todos. 

O controle de dados em software house através desse sistema de dashboards é uma maneira de aumentar a relação entre as pessoas envolvidas. Com gráficos, planilhas e demais tipos de métricas apresentadas em layouts bem configurados, a interatividade certamente será mais alta. 

Por isso, quando falamos para você, desenvolvedor, que existe uma relação entre empresa e sistema, isso se deve à comunicação que API’s como essas geram no meio do caminho.  

PlugDash: dashboard personalizável, inteligente e dinâmico.

Como fazer o controle de dados em software house?

Existem diversas formas no mercado de se realizar o controle de dados em software house. Quando você se reúne com um empresário, muito provavelmente ele apresenta os resultados através de folhas e mais folhas. Mas, essa não é a melhor forma!

Os métodos mais antiquados, como o uso de Excel, Power Point ou até mesmo Word – e ainda impressos – mostram que, apesar de serem funcionais, podem existir métodos modernos, que interajam mais com as pessoas ali presentes.

Dashboard BI

Um exemplo disso é a dashboard BI. Já pensou você, durante uma conversa sobre o desenvolvimento de um sistema, apresentar pelo celular, computador ou até mesmo televisão todo o programa que deseja criar? Para melhorar ainda mais, tudo isso em telas simultâneas, para que todos acompanhem?

O controle de dados em software house pode ser feito dessa maneira. Sem dúvida alguma, todos que acompanham essa forma de apresentação preferem esse tipo ao invés de métodos tradicionais. 

Benefícios do controle de dados em software house

Agora que já entendemos que as dashboards são aliadas do nosso serviço, precisamos compreender definitivamente quais são os pontos que elas ajudam, principalmente na relação entre os funcionários e até mesmo com a apresentação de projetos para clientes.

Para isso separamos três pontos principais, que demonstram realmente o resultado desse tipo de sistema:

1. Engajamento

Já pensou você em ter um expressivo engajamento de seus colegas de trabalho com o controle de dados em software house? Infelizmente, em muitas empresas é comum que os funcionários fiquem de fora dessa organização, pois eles não se conectam com as métricas devido à maneira que elas são apresentadas.

Quem nunca ouviu falar que as reuniões das empresas são chatas, não é mesmo? Porém, através de sistemas como esses integrados a sua software house, tudo se transforma mais interativo e gera o consequente engajamento das pessoas envolvidas. 

2. Fácil entendimento

O engajamento por si só não surge apenas pelo sistema mais interativo. Com esse tipo de layout descomplicado e comunicativo, muito provavelmente as pessoas presentes nesse controle entendem mais facilmente como aconteceram os resultados e como mudar as perspectivas futuras.

Ou seja, podemos dizer que as dashboards são essenciais para que a organização da empresa seja didática. Sem isso, alguns colaboradores podem ficar de fora desse planejamento. 

3. Projeção 

Por último e para completar a lista de controle de dados em software house, se até aqui já conquistamos o engajamento e o fácil entendimento por parte de todos, a lógica é de que a projeção de novos resultados seja feita mais rápida e que traga melhores resultados numa próxima métrica. 

Sem dúvida alguma, a pessoa que investe nesse tipo de sistema para uma equipe traz incontáveis benefícios para todos dentro de uma empresa. As dashboards BI são mais que sistemas bonitos, mas ferramentas extremamente úteis para o controle de uma empresa. 

Interatividade em diversas telas

Os benefícios listados aqui mostram que as dashboards BI realmente são instrumentos que auxiliam no controle de dados em software house e que trazem resultados para todos. 

Você, desenvolvedor, precisa muitas vezes que a equipe acompanhe um projeto de maneira simultânea. Para isso existem serviços como o dashboard web, que espelha as métricas através de televisores, smartphones e computadores. Cabe a cada pessoa escolher qual a melhor opção para acompanhar e desfrutar daqueles resultados.

Conheça o PlugDash

Conclusão 

Até aqui, então, entendemos que o controle de dados em software house precisa de métodos mais inovadores, que atraiam a todos os envolvidos nesse processo. Apresentar as métricas por si só não faz que as pessoas realmente se conectem com os resultados: para isso é preciso um sistema comunicativo, que faça você realmente participar daquele processo. 

A TecnoSpeed oferece serviços de dashboars BI, o PlugDash. Os sistemas possuem projeções para computadores, smartphones e até mesmo televisões, ampliando as opções de interatividade entre os consumidores.

Para você que está em busca desse complemento, fale com a gente e conheça sobre esses sistemas que oferecemos para as softwares houses

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados