Tempo de Leitura: 4 minutos

Mesmo em períodos de crescimento econômico, encontrar mão de obra adequada pode ser um desafio para desenvolvedores de software. Descubra aqui soluções para lidar com a escassez de mão de obra na área da tecnologia.


Lidar com a falta de mão de obra adequada na área da tecnologia, já é uma realidade consolidada no cotidiano de desenvolvedores e empresários de software houses.

Os gestores precisam frequentemente buscar profissionais em outras cidades, além de precisarem de cuidado especial com a retenção de talentos, que serão disputados por outras empresas.

Apesar da recessão econômica, o crescimento da área da tecnologia permitiu a expansão de empresas de software, tornando ainda maior o desafio do desenvolvedor em encontrar talentos.

Aprenda sobre o trabalho home office, participe do programa Software House de Sucesso

Por que há escassez de mão de obra em software houses?

Se tecnologia é uma área com tanta demanda e com tantas possibilidades, por que ainda há escassez de mão de obra em software houses? Bem, não há resposta fácil. Sobretudo, após a crise desencadeada pelo coronavírus, há sinais de manutenção do crescimento por um longo período na área da tecnologia. Além disso, vários governos estaduais buscam formas de incentivo para a qualificação de jovens que possam trabalhar na área.

Entretanto, o crescimento do setor é maior do que a quantidade de profissionais qualificados, além da quantidade de formados serem insuficientes, o desenvolvedor de software que precisa de profissionais, ainda têm que lidar com a baixa qualidade de ensino, que faz com que os recém-formados, por vezes, sejam incapazes de realizar atividades básicas na empresa. 

Além disso, muitos profissionais são subutilizados em atividades que não condizem com a sua formação, incentivando a baixa especialização.

A escassez de mão de obra entre a sosftware houses é comum, entenda porquê.
O crescimento do mercado de software é alto, quando comparado a formação de profissionais da área. Esse contexto facilita no surgimento da escassez de mão de obra.

Dessa forma, os poucos que se especializam ou que estão minimamente qualificados, são altamente disputados pelos desenvolvedores de software e empresas de tecnologia. 

Como, então, encontrar profissionais capacitados?

Há possíveis caminhos, para ter os profissionais adequados em sua software house. Listamos aqui as principais formas de captar e reter talentos.

  1. Tenha um processo seletivo eficiente

O primeiro passo é fazer um processo seletivo eficiente. É preciso encontrar o perfil certo para a vaga, ou seja, a descrição da mesma e os requisitos devem ser claros e precisos, além do que, a divulgação deve ser por meios adequados, para encontrar o perfil condizente.

Para que o processo seletivo seja eficaz, confira algumas dicas abaixo:

  • Iniciar o processo seletivo on-line, de modo a captar mais talentos e só seguir para as próximas etapas com os candidatos que já tenham sido pré-selecionados. Isso amplia as possibilidades de encontrar talentos, mesmo que distantes, além de tornar o processo mais rápido e menos oneroso.
  • Leve em consideração as habilidades não-técnicas (soft skills). Sobretudo, para cargos juniores, vale a pena escolher candidatos com soft skills, pois, as habilidades técnicas são frequentemente mais fáceis de se treinar.
  • Tenha um cronograma mais longo e táticas específicas para profissionais seniores. Quanto mais experiente e qualificado, maior a probabilidade de ser difícil ou demorado para captar um profissional sênior. Leve isso em consideração, ao programar-se para buscá-los.
  1. Retenção de talentos é fundamental para a software house

Se você sabe a dificuldade de encontrar um bom profissional, deve entender também a importância de retê-lo.

O processo seletivo, pode demandar bastante tempo e recursos da software house. Além disso, sabendo da escassez de profissionais qualificados, retê-los é uma parte importante da manutenção da empresa. Se você fez um processo seletivo eficaz, esses profissionais qualificados estarão disputadíssimos. Por isso, é preciso ter algumas formas de retenção de talentos.

  • Reconhecimento do profissional e meios de recompensa por mérito. Um bom profissional deve ser reconhecido e suas ações, aperfeiçoamentos, e atitudes positivas, também. O trabalho de uma software house pode ser desgastante, demandando constante atualização e melhoria. Ainda assim, o foco não deve ser apenas nos aspectos negativos: reconheça e recompense as conquistas de seu profissional.
  • Programa de benefícios. São inúmeros os benefícios que as empresas de software podem ofertar a seus talentos, seja um convênio com uma academia, um curso, ou um dia de folga a mais, os benefícios são uma excelente forma de manter o profissional interessado na empresa.
  • Um ambiente saudável de trabalho. A retenção de talentos, nem sempre é feita apenas com bons salários e recompensas. Ter um ambiente saudável, também é fundamental para a retenção dos mesmos. Além de um espaço físico adequado, muitas empresas mais modernas providenciam frutas para seus colaboradores, um dia para vestir-se de forma casual (ou sempre, caso não haja necessidade de vestimentas formais no cargo), além do mais importante, escuta ativa às demandas, dores e, inclusive, ideias e sugestões de seus colaboradores. Trata-se de entender, que o profissional, além de ser uma engrenagem que ajuda a software house a funcionar, é um ser humano, com ideias, pensamentos e sentimentos.
  1. Treinamento e Desenvolvimento

Nem sempre é preciso contratar gente nova. Muitas vezes, o talento que você precisa está em sua empresa e só precisa ser treinado.

Em primeiro lugar, é necessário treinar constantemente os profissionais da área da tecnologia, para que não seja preciso contratar outras pessoas. Sobretudo, em software, área na qual tem-se atualizações constantes, o profissional precisa realizá-las e o desenvolvedor de software ou responsável pela empresa pode ajudar.

É preciso estar atualizado com as demandas, para evitar buscar no escasso mercado, profissionais que entendam da tecnologia utilizada.

Além disso, muitas vezes você já tem o profissional que busca, basta aprimorá-lo. Profissionais que estejam em sua empresa de software, que vestem a camisa e conheçam bem as suas demandas, podem ser desenvolvidos para realizar outras atividades.

Além de eliminar buscas, pois você já sabe as habilidades do profissional de sua empresa, você cria um ambiente saudável, em que os colaboradores querem sempre melhorar, tanto pela empresa, quanto por seu crescimento profissional. 

Por que é preciso desenvolver líderes dentro da própria empresa de software?

 Você já percebeu como grandes líderes são apaixonados por suas causas? Seja causas sociais, seja uma marca ou uma empresa, os grandes líderes têm os olhos brilhando ao falar delas. E sabe por quê? Eles têm uma história com a empresa que representam.

Desenvolver líderes dentro da própria empresa de software, é benéfico em dois aspectos principais. O primeiro deles, é que o desenvolvedor ou gestor de software economiza recursos ao transformar os próprios colaboradores em líderes. O segundo, é que tem-se líderes muito mais apaixonados pela empresa. Eles têm uma história de crescimento pessoal, que acompanha o crescimento da própria software house e faz com que eles sejam muito mais apaixonados pelo que fazem. Isso vai inspirar outros profissionais a se especializarem na área e traçar trajetos semelhantes.