Tempo de Leitura: 3 minutos

O ITI faz parte da vida dos profissionais de tecnologia, sobretudo quando atuam com o certificado digital. Continue conosco para saber mais sobre este órgão e o que ele faz.

O ITI – Instituto Nacional de Tecnologia da Informação controla os números de quantidade de certificados digitais emitidos em todo território nacional. Assim, se deseja usar a certificação digital para incrementar o faturamento da sua Software House precisa conhecer esse órgão.

Devido ao ritmo frenético que compõem as rotinas de milhares de empresas de software, vários processos se tornaram remotos e digitais, o que antes da pandemia já era uma tendência acabou se consolidando como a realidade do dia a dia das organizações.

Não é para menos, pois os processos digitais oferecem muito mais liberdade, agilidade e segurança nos momentos das transmissões de documentos e numerários.

Todas essas operações são protegidas por vários protocolos de segurança, tais como o certificado digital. Com este dispositivo é possível assegurar a origem e legitimidade das transações.

Vamos conhecer melhor o ITI e entender como ele afeta diretamente a emissão de documentos digitais e por consequência, os departamentos de uma empresa.

O que é o ITI?

Como já mencionamos, a ascensão dos serviços digitais, em especial aqueles que dispensam a locomoção do usuário, criou uma gama de procedimentos remotos que utilizam a internet como via de comunicação. 

Para que tudo isso aconteça de forma fluida e segura, se fez necessário a criação de um órgão autônomo federal para estabelecer regulamentos de gestão e controlá-los. Foi nesse momento que surgiu o ITI. 

Um comitê gestor composto por representantes dos poderes públicos é responsável por editar as normas técnicas e a atividade do ITI. Cada membro deste comitê é nomeado pelo presidente da república.

Entre outras atribuições, o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação atua na emissão de certificados digitais, os quais garantem tanto para as empresas como para os cidadãos, que suas operações no ambiente web sejam realizadas de forma segura.  

Qual seu papel?

Em resumo, o ITI tem o papel de disseminar, aperfeiçoar e controlar os processos de certificação digital.  

O órgão também exerce a função de realizar a execução e a manutenção das políticas da ICP-Brasil, oferecendo um sistema de certificação digital eficiente para oferecer máxima proteção para as operações diárias que acontecem pela internet.

Além disso, o ITI estimula e organiza projetos acadêmicos científicos que possuam foco na cidadania digital, gerando desta forma, uma popularização dos certificados digitais e por consequente, contribuindo para inclusão digital.

 

Como funciona?

O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação é a autoridade máxima do grande sistema de certificação digital em nosso país, é ele que mantém a viabilidade das certificações para os mais variados fins.

O ITI controla um grupo de outras entidades que estão diretamente ligadas a certificação digital, elas compõem a ICP-Brasil, neste sentido, o instituto realiza auditorias, faz a manutenção e fiscalização de todas as organizações que fazem parte do grupo. 

Para manter as credenciais válidas e ativas, as entidades devem preservar seu padrão perante as normas definidas pelo ITI.

Qual sua relação com o certificado digital?

A relação do ITI com os certificados digitais é muito importante, pois o órgão é o principal protagonista na normatização, apuração e emissão de tais certificados.

Ele surgiu justamente da necessidade originada pelo crescimento das operações digitais, era preciso minimizar seus riscos, já que a internet se tornou um facilitador. Por outro lado, surgiram os ciber criminosos, que usam de várias técnicas para cometer crimes digitais, que vão desde invasões, até falsificações de documentos. 

Para garantir a autenticidade das transações digitais são necessários protocolos, os quais devem ser impostos a todos os usuários da rede que queiram emitir documentos com validação digital, algo como uma assinatura, para diminuir a burocracia e ao mesmo tempo validar um documento. 

Em documentos físicos, essa característica é obtida por meio de autenticação de certidões em cartório. Entretanto, com a transformação digital, não podemos mais permitir que o tempo seja desperdiçado em deslocamentos para que o documento seja simplesmente carimbado para garantir sua autenticidade.

Um pouco mais sobre certificação digital

A certificação digital começou a ser emitida e aceita em nosso território em 2001 e vem ganhando cada vez mais espaço e admiração em nosso meio. Esse documento garante mais autonomia para os cidadãos e empresas, que agora podem portar seus CPFs e CNPJs para suas versões digitais (o e-CPF e o e-CNPJ). 

Com o tempo, foram necessárias várias melhorias e também agilidade e segurança na crescente demanda pelo certificado digital, neste caso, a robustez de uma entidade autônoma para gerir e normatizar essas importantes documentações eletrônicas, foi então que surgiu o ITI, que hoje é diretamente ligado à Casa Civil da Presidência da República.

Autoridade certificadora e autoridade de registro

Hierarquicamente abaixo do ITI existem duas autoridades que atuam na manutenção de autenticação dos certificados digitais, são elas:

  • Autoridades Certificadora (AC) – Responsáveis por emitir, revogar e gerenciar os certificados digitais.
  • Autoridades de Registro (AR) – Responsáveis por conferir as documentações do requerente da certificação digital e enviar requisição para a AC. 

Atualmente o instituto atua também como Autoridade Certificadora Raíz – AC Raiz, credenciando e gerindo as demais cadeias de participantes nos processos de certificação digital.

Desta forma, os certificados digitais que hoje garantem a autenticidade de transações bancárias e assinaturas de documentações eletrônicas são realizadas com segurança graças aos membros da ICP-Brasil, e por consequência do ITI.

Atualmente, existe a possibilidade de uma empresa trabalhar neste mercado comercializando o certificado digital, inclusive como agente indicador. 

Para explorar este nicho comercial altamente lucrativo e conhecer mais sobre o assunto, você pode consultar o nosso blog. Temos materiais incríveis esperando por você.  

Conheça formas de trabalhar com certificado digital na sua Software House:

Certificado Digital para software house!

Conclusão

A tendência é que mais serviços e aplicações migrem para o ambiente eletrônico, e o ITI através dos certificados digitais estará cada vez mais presente nas vidas dos cidadãos e das empresas, garantindo a máxima proteção para as operações digitais.

Summary
ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação: conheça esse órgão
Article Name
ITI - Instituto Nacional de Tecnologia da Informação: conheça esse órgão
Description
O ITI faz parte da vida dos profissionais de tecnologia, sobretudo quando atuam com o certificado digital. Continue conosco para saber mais sobre este órgão e o que ele faz.
Author
Publisher Name
TecnoSpeed
Publisher Logo
0 ComentáriosFechar comentários

Deixe um comentário

Localização

Tecnospeed ©  2022. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.