Como ajudar seu cliente a lidar com a inadimplência que está em alta na pandemia

Em tempos de pandemia, a inadimplência — que já não era baixa — deu um salto. Saiba, portanto, como ajudar o seu cliente a passar por essa situação!


A inadimplência sempre foi uma realidade no Brasil  — de números bastante altos, por sinal. No entanto, em consequência da pandemia do coronavírus, houve um aumento considerável e preocupante, tanto para empresas, quanto consumidores. 

Segundo várias pesquisas realizadas durante este período, já deixamos os 50% de aumento para trás, e o que muitos especialistas afirmam é que o cenário tende a ficar ainda mais complicado a partir deste segundo semestre de 2020. 

As perguntas que não calam são: e as empresas, como ficam nessa situação? O que fazer para não sair com tanto prejuízo? Como se reerguer frente a este calamitoso contexto ao qual estamos inseridos? 

A condição está longe de ser das melhores, porém, é possível tentar driblá-la, aos poucos e com cuidado, a partir de soluções de recuperação de crédito que visam diminuir a inadimplência para pessoas físicas e jurídicas. 

Continue a leitura para saber mais!

Conheça algumas possibilidades para recuperação de crédito 

A recuperação de crédito consiste, basicamente, em um conjunto de ações de cobrança. Para empresas, é uma tentativa de receber o dinheiro de uma dívida, e é por isso que ela está ligada ao risco de inadimplência e tem papel fundamental na gestão de uma empresa. 

Veja, a seguir, duas soluções mais utilizadas para a recuperação: 

Protesto 

Uma das maiores diferenças entre as duas opções está no fato de que, com o protesto, a oficialização da dívida é feita em um cartório

Nesse sentido, algum dos responsáveis da empresa precisa ir até um cartório, levando documentos que demonstrem e comprovem que tal consumidor não cumpriu com a responsabilidade do pagamento da dívida. 

Depois de registrada a inadimplência, o tabelião irá avaliar toda a documentação e aprovar ou não a solicitação. Quando aprovada, o próprio cartório emite uma intimação para entregar a pessoa. 

Lembrando que, além da conta a pagar, os custos cartorários ficam por conta do devedor, os quais costumam ser bem altos, principalmente para quem já não está tendo condições de arcar com a própria dívida.

Negativação 

Em contrapartida, a negativação de devedores inclui em algum órgão de proteção ao crédito o não pagamento da dívida do consumidor e pode ser consultada pelo número CPF

Por meio dessa solução, você comunica ao sistema que existe um débito em nome de determinada pessoa/empresa, fazendo com que ela seja barrada de realizar novas compras até que esteja em regularidade. 

Acontece dessa forma: com 5 dias, a Serasa, por exemplo, envia uma carta comunicado para lembrá-lo sobre a dívida. Dependendo do estado, há um tempo de espera, e aí a informação ficará disponível para todos que consultarem aquela pessoa/empresa em qualquer consulta, seja ela a mais simples possível.

O que é mais vantajoso: protestar ou negativar?

Essa é uma pergunta bastante comum, no entanto, a resposta é que: depende! Não podemos dizer que existe uma solução melhor do que a outra. Cada caso deve ser analisado de maneira diferente, pois muitas vezes o comportamento regional da população pode acabar sobrepondo os resultados de comparação das duas ferramentas. 

Várias empresas acham que pelo protesto não gerar nenhum custo para elas e somente ao devedor, seja a melhor solução. Porém, é importante lembrar que esse consumidor já tem um débito aberto, ao protestá-lo, você ainda adiciona o custo cartorário à conta dele. 

Portanto, pense bem antes de tomar uma decisão. Considere o cenário atual, se haverá a tentativa de negociação, acordo, se existe um relacionamento a ser prezado, entre outros fatores. 

Para saber mais sobre essas alternativas de recuperação de crédito, leia nossa matéria completa: Protesto ou Negativação: qual a melhor solução contra a inadimplência? 

A importância da negativação levando em conta o momento vivido

Não podemos deixar de falar do papel importante da negativação levando em consideração o contexto atual, que nos mostra números cada vez mais altos de inadimplência. 

Por isso, listamos 3 pontos para te mostrar como a negativação pode contribuir com o seu negócio: 

Os custos são reduzidos

Como a responsabilidade de cobrança é transmitida para as bases de dados, depois de negativar um devedor, a sua empresa não tem a necessidade de manter um setor financeiro tão volumoso, o que já irá causar uma minimização de custo. 

Além disso, os valores de uma negativação são bem menores do que o conjunto de custos cartorários do protesto.

A imagem da empresa é bem vista

O fato do seu departamento financeiro não precisar realizar as cobranças pode diminuir atritos e reclamações por parte de clientes, resguardando a imagem do seu negócio e evitando situações desagradáveis. 

As chances de receber pela dívida podem aumentar

A negativação chega acompanhada de algumas restrições que podem interferir a vida do devedor. Empréstimos, financiamentos, compras a prazos são exemplos que acabam sendo barrados por conta dessa condição. Tudo isso, por vezes, faz com que o consumidor tente quitar a dívida o quanto antes. 

Um ponto interessante a ressaltar sobre as consultas de crédito, nas quais vão aparecer o protesto e a negativação, é que, pensando em abrangência, a negativação é evidenciada desde as consultas mais simples, já o protesto muitas vezes é dividido em estadual e nacional. 

Dessa forma, o protesto nacional acaba sendo exibido apenas em consultas mais completas, o que não é a realidade de utilização da maioria das empresas brasileiras. Portanto, a negativação passa a ter uma visibilidade muito maior, referenciando assim a sua taxa de efetividade comparada ao protesto.

Novos prazos para negativação foram delimitados por causa da pandemia 

Pensando em ambos os lados, novos prazos para divulgar a negativação de devedores foram definidos. Essas novas datas começaram a valer em 20 de julho de 2020 e seguem até 17/08, dia em que o período padrão de 15 dias retornará. 

Para entender melhor o que foi proposto pela PL nº 675/2020, confira o conteúdo completo da SCC Check: PL nº 675/2020 é vetada e novas regras para negativação são definidas.

Por todos os acontecimentos dos últimos meses e pelo grande índice de contas não pagas é que a análise de crédito se mostra uma ferramenta poderosa contra a inadimplência. 

Desse modo, contar com um sistema seguro em sua empresa, como a nossa API de de Consulta de Crédito, é essencial para avaliar os riscos e a probabilidade de pagamento de seus clientes. 

Aproveite o momento e ofereça em seu software a possibilidade de consulta de crédito e negativação de devedores para que eles garantam a saúde financeira de seus negócios e deem mais valor na parceria com sua empresa. 

Em tempos como esse, se tornar relevante para seus clientes tem sido a maior forma de evitar cancelamentos e prejuízos no seu negócio.

Artigos relacionados