3 dicas essenciais para contratar vendedor de software

Você tem dificuldades para contratar vendedores de software para sua empresa? Confira 3 dicas para escolher o profissional ideal!


Prefere assistir?

Abaixo você encontra este conteúdo em formato de vídeo, com participação do diretor Bruno Maestrello e nossa recrutadora Raquel Vinhoto:

Recebemos perguntas frequentes de nossos clientes sobre como contratar vendedor de software. Ao longo dos anos, é claro, nossa estratégia de gestão de pessoas e recrutamento variou muito, e atualmente. 

Temos, por exemplo, uma ótima experiência com recrutamento interno. Mais de 50% da força de vendas da TecnoSpeed é composta por ex-membros da equipe de suporte técnico dos nossos produtos.

A principal vantagem do recrutamento de profissionais da área técnica para o setor de vendas é o profundo conhecimento de produto que eles trazem do suporte.

Com uma linguagem técnica apurada e a capacidade de responder dúvidas e objeções rapidamente, um vendedor-técnico transmite confiança ao cliente, um fator essencial para o sucesso nas vendas.

Reunimos 3 dicas para ajudá-lo a ser mais assertivo e eficaz ao contratar vendedor de software para sua empresa. Confira:

Dica #1. Nicho de mercado

Se você não tem a possibilidade do recrutamento interno para contratar vendedor de software, existem outras opções para avaliar o perfil de um vendedor.

Entre estas opções, a principal é o nicho de mercado com o qual este vendedor tem experiência. O ideal é contratar um vendedor que conheça bem o mesmo segmento que o seu software atende.

Além de já conhecer as dificuldades que aquele tipo de empreendedor passa, ele poderá antecipar as necessidades, costumes, receios e desejos do público específico.

Ao aprender sobre cada recurso do seu software, o vendedor já saberá dizer, por conta própria, quais necessidades do cliente aquele recurso atende – e será capaz de apresentá-lo da melhor forma possível para o cliente.

É mais ou menos o raciocínio reverso do recrutamento interno: no caso do vendedor com conhecimento do seu nicho, você precisará capacitá-lo na parte técnica. Já um especialista da área técnica deverá aprender sobre seu mercado e seu público.  

Dica #2. Competências comerciais

Além das competências técnicas, ao contratar vendedor de software, é essencial avaliar seu perfil comportamental e habilidades específicas da área de vendas.

Entre as principais competências comerciais do vendedor, algumas merecem atenção especial:

  • Comunicação;
  • Persuasão;
  • Habilidade de negociação;

Para avaliar estes fatores durante a entrevista, é importante apresentar exemplos práticos, como as clássicas simulações de interação comercial.

Ouça atentamente

Além dos exemplos, peça para que o candidato conte histórias e experiências que ele já teve com venda de software. Essa prática é útil até mesmo para avaliar o storytelling do vendedor.

Por exemplo: se você quer avaliar a habilidade de negociação do vendedor, peça para que ele te conte uma experiência em que ele conseguiu fidelizar um cliente, e como ele fez para alcançar esse resultado.

Se o seu objetivo é avaliar a persuasão, peça para ele te contar um caso em que a explicação de um determinado recurso do software lhe garantiu uma venda, superando as expectativas e até se antecipando às dificuldades do cliente.

Exemplos são sempre bem vindos, e permitem que você preveja como o vendedor irá atender os clientes do seu software.

Características pessoais

Essa dica é válida para qualquer contratação: não se atenha à explorar as proficiências do candidato. Busque compreender também as características pessoais e sociais dele. Alguns fatores a considerar e questionar são:

  • Quais são seus valores?
  • O que ele considera importante?
  • O que ele faz durante seu tempo livre?

Com isso, você poderá verificar a compatibilidade do candidato com a sua empresa. Afinal, mesmo que o candidato se encaixe  com o que você procura, talvez os valores e objetivos da sua empresa não sejam condizentes com os objetivos pessoais dele.

#3. Teste prático

Esta é uma prática relativamente nova aqui na TecnoSpeed, e tem nos ajudado muito no recrutamento assertivo de vendedores.

Ao fim da entrevista, ou caso prefira, em um segundo momento, disponibilize alguns materiais sobre seus produtos ao entrevistado e apresente brevemente a metodologia de venda da sua empresa, caso ele não a conheça.

Em seguida, peça para que ele “te venda” seu próprio software.

Claro, não seja tão exigente a princípio, afinal, ele provavelmente desconhece os recursos e especificidades do seu produto. Nesse momento, você poderá avaliar e confirmar as competências que ele apresentou até agora.

Verifique se ele lida bem com a metodologia de vendas da empresa, teste sua persuasão e habilidade de negociação, e veja como ele reage sob a pressão do contato com cliente.

Muito sucesso para sua software house!

O Programa Software House de Sucesso tem um módulo específico sobre Gestão de Pessoas, além de muitos outros conteúdos essenciais para a sua software house.

Conheça a primeira formação criada especialmente para gestores e empresários do ramo de software! Obtenha experiências de alto nível e faça sua empresa crescer acima da média do mercado!

Formado em Marketing. Redator do Grupo TecnoSpeed. Escreve artigos e conteúdos para TecnoSpeed DF-e, Certificados Digitais e WiFire.

Artigos relacionados