Planejar um aplicativo mobile: por onde começar?

Mais que uma boa ideia: para planejar um aplicativo mobile estude sua concorrência e providencie a documentação necessária para orientar os desenvolvedores.


Seja qual for o tipo de software que você esteja oferecendo, se já pensou em desenvolver um aplicativo para complementar sua solução, então você já foi fisgado pela tendência mobile.

E é considerando seu crescimento no mercado que essa é, sem dúvidas, uma ótima maneira de aumentar seu portfólio, melhorar sua receita e estreitar ainda mais a relação com seus clientes.

Planejar um aplicativo mobile, entretanto, é trabalhoso. Porque mais do que definir uma lista de atividades a serem executadas, dependemos de uma equipe especializada para tirar a ideia do papel.

Mas afinal…

O que é um aplicativo móvel?

Também conhecido pela abreviação app, o aplicativo móvel é um tipo de software ou sistema desenvolvido para funcionar em smartphones.

Ele ajuda com a resolução de pequenos problemas do nosso cotidiano, sendo disponibilizado em plataformas de distribuição – as Stores.

E embora boa parte seja gratuito, alguns são monetizados. Isto é, para uma experiência completa é preciso pagar pelos recursos oferecidos.

Os trâmites para validar uma ideia

Conheça os trâmites para planejar um aplicativo mobile.

Antes de pensar em desenvolvimento, você precisa de uma boa ideia ou problema a ser resolvido.

E principalmente, que ele seja solucionado de maneira simples, uma vez que a concorrência desse mercado de aplicativos mobile é grande.

Assim, sem uma proposta bem definida será muito mais complicado chegar a uma finalidade para sua solução.

Além disso, você também precisará escolher entre…

Aplicativo híbrido ou nativo?

Seja híbrido ou nativo, ao planejar um aplicativo móvel é importante explorar todas as funcionalidades do desenvolvimento escolhido para o projeto.

Independente do sistema operacional, ele deverá suprir todas as necessidades do usuário e permitir uma experiência diferenciada.

Assim, esses são aspectos que têm impacto direto tanto na qualidade final da solução oferecida, quanto no…

Tipo de público que seu aplicativo atenderá

Mais do que descobrir os interesses do seu público, é preciso considerar que ao priorizar uma plataforma, você excluirá outros usuários da sua solução.

Assim, entender qual o gênero, a idade e os hábitos do público pretendido ajuda na escolha do desenvolvimento mais indicado.

E para além disso, não basta pesquisar o que essas pessoas esperam do seu aplicativo mobile, é necessário também…

Analisar o mercado e os concorrentes

A premissa básica é: criar um aplicativo mobile melhor que o de seus concorrentes.

Até porque, de funcionalidades parecidas, as Stores estão cheias. Portanto, é indispensável oferecer recursos que tragam um diferencial ao seu app mobile.

Por fim, identificar e analisar os aplicativos do mesmo nicho dará um bom panorama do que seus concorrentes andam fazendo – mas saiba que essa pesquisa demandará tempo.

E como fica em relação à documentação?

Planejar um aplicativo mobile exige detalhamento. Isto é, toda a documentação de telas ou fluxos de navegação auxiliam no seu desenvolvimento.

Elaborar esboços do que você espera – com textos, imagens e desenhos – facilita compreender seu funcionamento.

Portanto, a construção de roteiros detalhados ajuda a estabelecer conexões entre as telas e seus respectivos recursos, a fim de consolidar sua ideia.

Como planejar um aplicativo mobile?

Formada em Comunicação e Multimeios e pós-graduanda em Marketing, Criatividade e Inovação. Redatora do Grupo TecnoSpeed. Escreve artigos e conteúdos para a TecnoSpeed Fintech e para o PlugMobile.

Artigos relacionados