Cadastro ERP: primeiro passo para construir o seu sistema

O cadastro ERP é o primeiro passo para um sistema bem elaborado. Mas você sabe por onde começar? Separamos algumas dicas que irão te ajudar, confira!


Aqui no blog da TecnoSpeed nós já conversamos algumas vezes sobre sistema ERP. Por isso é sempre bom lembrar: construir uma arquitetura do zero não é fácil!

É necessário organizar e estruturar todos os campos do seu ERP, para que ele seja utilizado de diferentes formas pelo seu cliente. Não adianta entregar o produto em um período curto, se o resultado final exigirá manutenção constante. Isso será ruim para você e para o cliente.

Por isso, trouxemos aqui alguns pontos importantes para colocar em prática quando falamos de sistemas ERP. Além disso, vamos mostrar os benefícios em levar o ERP para o seu cliente, vamos lá!?

Quais são os benefícios em pensar no cadastro ERP?

Quando você começar a produzir o seu sistema ERP, é importante ter em mente o impacto que ele trará para o negócio do seu cliente. Afinal de contas, ele tem a capacidade de resolver problemas.

Esses problemas podem estar conectados com diversos aspetos: controle de estoque, aplicação de descontos, produtos fornecidos na loja, clientes cadastrados, comissão… viu? Não faltam exemplos que mostram a relevância do ERP para qualquer tipo de atividade econômica.

Justamente por conta dessa relevância, é fundamental sentar com o seu cliente e entender todas as exigências dele. Já que a necessidade de uma loja de varejo, por exemplo, pode ser diferente se comparada com atividades da indústria.

Além disso, após a reunião de alinhamento, você perceberá as reais necessidades do cliente. Evitando retrabalho no futuro, aliás, esse é o ponto que mais costuma trazer dificuldades para os desenvolvedores desse sistema.

Para evitar essa dificuldade, no próximo tópico vamos mostrar alguns campos fundamentais necessário no cadastro ERP.

Como ser fundamental para o meu cliente?

Como dissemos acima, primeiro pensa na necessidade do seu cliente. Esse é o primeiro ponto que você precisa se atentar para começar a pensar no cadastro ERP. Feita a reflexão, rascunhe aquilo que será necessário no software.

Quando pensamos em um escopo reduzido, temos alguns campos que sempre aparecem: cliente produto, fornecedor, vendedores e até mesmo, matéria prima, para as empresas que fazem algum tipo de processo industrial.

Certamente os campos mostrados acima serão conectados em determinadas situações, por exemplo, na venda de produto. Onde será necessário utilizar o cadastro da mercadoria + cliente + vendedor e, dependendo, a comissão será inclusa.

Já pensou se em todos esses momentos, for necessário preencher os campos de cadastramento!? Claro, não é isso que queremos para o cliente, por isso, a importância em formar um cadastro ERP coerente na arquitetura. Se um erro como esse for detectado no futuro, as consequências com retrabalho serão grandes.

Dica importante: reutilize todos os dados possíveis no sistema ERP, já que o principal objetivo desse bloco é otimizar processos.

Quais são os tipos de cadastro ERP?

Após discutir a dinâmica do sistema ERP, agora será necessário colocá-lo em prática. E para ilustrar melhor, trouxemos alguns exemplos de cadastro ERP.

O primeiro deles é o cadastro de vendedor, quando você pensa nesse campo, é interessante considerar os insumos que a loja pode tirar dessas informações. Daqui é possível saber quem vendeu mais, qual produto tem mais vazão, o que tem menos. É uma forma de quantificar a qualidade do atendimento e também o perfil das compras.

Porém, quando falamos em cadastro de vendedores, é importante se atentar as particularidades do negócio, tem empresas que optam por comissão em relação ao produto, outras pelo vendedor e, até mesmo, por forma de pagamento. Por isso, aplicar o mesmo sistema para diferentes empresas, muitas vezes, não dá certo.

O mesmo acontece em uma linha de produto. Em uma empresa de roupas, por exemplo, é necessário construir um cadastro ERP que contenha camisetas, calças, blusas, e dentro delas, subdomínios que incluem gênero, cor, marca… e dessa forma, o ERP fica cada vez mais complexo.

Os serviço também entram no cadastro ERP?

E claro, não podemos esquecer dos serviços! Eles também são possíveis de gerar um sistemas ERP, ou seja, mais um campo para você explorar. Não faltam tipos de negócio: mecânica, salão de beleza, montadoras, chaveiro, entre outros.

Em uma empresa que presta manutenção para computadores, muito provavelmente eles precisarão dividir seus serviços em subdomínio. Por exemplo, manutenção do  hardware e dentro dele, diversos outros campo, entre eles, limpeza do computador. 

Outro ponto importante é a tipagem, fundamental tanto para o serviço, quanto para produtos. Esses campos são necessários para demarcar o vencimento do produto, data que o serviço foi feito, período em que o produto/serviço será oferecido, entre outros.

Se você tem dúvida sobre o desenvolvimento de um sistema ERP, nós já trouxemos outros artigos aqui no blog.

Mas o que posso fazer com essas informações?

Muitas vezes para nós, desenvolvedores, entender a importância estratégica de um ERP não é fácil. Para nós, um sistema ERP, basicamente, permite a organização interna da empresa, principalmente, em relação a gestão de informação. 

Temos outras abordagens muito importantes que devem ser usadas em um sistema ERP. E muitas vezes, o seu cliente pode não perceber essas possibilidades.

Por exemplo, essas métricas podem ser usadas para finalidades de marketing. A partir delas, pode-se fazer queima de estoque, desconto em determinados produtos, qualificar o comportamento do consumidor e, até mesmo, lançar “promoções combo” onde o dono do negócio identifica um produto que não saí e oferece outro com valor reduzido na compra conjunta.

Quando priorizamos a qualidade do cadastro ERP, ele pode ser fonte segura para basear campanhas de marketing e vendas.

Gradeamento

Uma pergunta, desenvolvedor, você já ouviu falar do sistema de gradeamento? Ele é o responsável pelo cruzamento de informações no seu ERP, facilitando o preenchimento de cadastro. 

Porém, essa técnica é delicada e merece alguns pontos de atenção extra. Trouxemos um vídeo explica um pouco mais sobre essa técnica no cadastro ERP:

Conclusão

Viu como pensar um sistema ERP tem suas complexidades? E, sem dúvidas, o cadastro ERP é um dos pontos que mais merecem atenção. 

Um deslize no início, as consequências no software, por longa data, podem ser grandes! Para te ajudar no desenvolvimento do seu ERP, temos uma playlist no Youtube que discutimos os principais desafios ao gerar o seu sistema do zero.

E se ficaram dúvidas, deixem nos comentários. Com certeza os desafios do sistema ERP merecem ser discutidos.

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados