Consulta de nota fiscal: como implementar de forma simples?

Descubra porque fazer a consulta de nota fiscal com o seu software pode ser complicado e o que você precisa fazer para reverter essa situação.


A Nota Fiscal eletrônica (NF-e) é um documento digital que tem como finalidade documentar a operação de circulação de mercadorias ou prestação de serviços. 

Começou a ser implantada em 2008 para substituir a nota fiscal impressa (modelos 1 e 1A), se tornando a responsável pelo início da digitalização dos documentos fiscais

Hoje, a NF-e é o documento mais utilizado pelos brasileiros e também o mais importante nas transações entre os clientes e os consumidores dos produtos.

Tanto o vendedor como o comprador da mercadoria podem acessar as informações da NF-e pelo Portal da Nota Fiscal Eletrônica. Porém, não seria mais prático se eles pudessem consultar o documento por meio do seu software? 

Sim! Seria muito mais fácil.

O problema é que muitos desenvolvedores ainda têm dificuldade na hora de implementar a consulta de nota fiscal sozinhos em um programa. E esse pequeno “detalhe” pode estar custando caro, uma vez que a software house deixa de sair na frente justamente por não conseguir disponibilizar esse recurso.

A boa notícia é que já existe um meio de reverter essa situação, e a sua empresa já pode começar a disponibilizar o recurso de um jeito mais prático e dentro do seu orçamento.

Ficou curioso para saber mais? Então leia o post para descobrir qual é essa solução.

Desafios ao implementar a consulta de nota fiscal no software

O Delphi é a linguagem de programação preferida pelos programadores. Os desenvolvedores mais experientes adoram sua estabilidade e quantidade de recursos e bibliotecas, enquanto os iniciantes elogiam a sua curva de aprendizagem.

O PHP(Personal Home Page), por outro lado, é uma linguagem mais restrita. É usado apenas para o desenvolvimento de aplicações presentes e atuantes ao lado do servidor. Ou seja, dispensa em muitos casos o uso de arquivos externos para eventuais processamentos de dados. 

Já a tecnologia Java é uma das alternativas mais conhecidas para desenvolver e manter os sistemas que fazem uso da NF-e. Para gerar arquivos, assinar digitalmente, ler e validar os documentos junto ao Java, são utilizadas tecnologias como: Signature, SOA, SAX, DOM4J, XML, JDOM, XML e WSDL, entre outras.

A linguagem C#, também conhecida como C Sharp, é um tipo de programação orientada aos objetivos. Foi desenvolvida pela Microsoft e faz parte do framework .NET para facilitar a “comunicação” entre os vários tipos de linguagens.

Iniciar e acrescentar aplicações em um software pode ser desafiador, ainda mais quando envolve decidir qual é o tipo de linguagem de programação que será utilizada, concorda?

Mas, além de decidir o tipo certo de linguagem, saber quais serão os profissionais responsáveis por tirar esse projeto do papel, montar uma equipe expert nessas linguagens e ter no time um profissional que seja especializado em tributação também é um desafio. 

E se você acha pouco decidir tudo isso, imagine que existe ainda a necessidade da sua software house monitorar todo o projeto e se manter atualizada sobre o que acontece em relação ao Fisco.

Fora ter que estudar e executar todas as estruturas de geração de arquivo, ficar atento às regras de validação e layout, realizar a comunicação com cada web service de cada SEFAZ, saber quais são as regras de contingência e regras de numeração, enfim…

É MUITA coisa!  

Dá pra imaginar um desafio maior do que esse?

Pode parecer simples para o cliente que vai fazer uso do software pronto, mas não para você, desenvolvedor, que tem que se preocupar com cada detalhezinho na programação.

Todos esses obstáculos normalmente impedem a software house de sair na frente, justamente por ter tantas particularidades que precisam de atenção e cuidado. Detalhes que podem confundir, tomar tempo, atrasar as entregas e até prejudicar o crescimento dos negócios. 

E será que não existe um meio da software house realizar as aplicações sem que o time de desenvolvedores tenha dores de cabeça? 

Sim, existe! E essa solução já está ao seu alcance.

Conheça o Nota Segura

Nota Segura: Solução prática para o seu software

Quanto mais rápido a software house disponibilizar a consulta de nota fiscal pelo sistema, mais rápido ela sairá na frente da concorrência.

Mas para ter essa agilidade, ela não pode perder tempo se aventurando em áreas desconhecidas de linguagem e nem se perder em outros obstáculos.

Ela precisa recorrer a soluções práticas para o seu software, que permitam o desenvolvimento do programa sem complicação.

Pensando nessa necessidade, nós, a Tecnospeed, somos a empresa desenvolvedora de software, para desenvolvedores de software desenvolverem mais software. Por isso, resolvemos criar uma solução pronta para ser integrada ao seu sistema: o Nota Segura.

Ao implementar o Nota Segura o seu sistema consegue realizar a consulta e download de notas de entrada, consultar a manifestação do destinatário e manter o armazenamento seguro dos documentos por 5 anos.

Além disso, também envia as notas ao destinatário e terceiros, e realiza o envio automático de eventos. Ou seja, seu sistema garante funcionalidades incríveis de um jeito simples e SEM PREOCUPAÇÃO!

Uma vez que é integrado no seu software, você e a sua equipe não precisam mais se preocupar com a NFe. Somos nós que cuidamos de tudo para a Software House, mantendo o seu sistema sempre atualizado de acordo com a legislação vigente.

Legal, não é?

Se você está cansado de perder espaço para as concorrentes e ficou curioso para saber mais sobre essa solução, clique para conhecer a Nota Segura

Veja de perto como essa solução pode ajudar você a diminuir o tempo gasto lidando com documentos fiscais eletrônicos, e comece a conquistar mais clientes e a expandir mercados. 

O que está esperando? Clique para tornar o seu software ainda mais competitivo!

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados