Tempo de Leitura: 6 minutos

Entenda como o Planejamento Tributário impacta no SPED fiscal e como esses recursos podem garantir uma boa gestão fiscal. 


Não é segredo que os assuntos fiscais são causas de inúmeros debates diariamente! Primeiro porque a legislação tributária é ampla e sofre atualizações frequentes, segundo porque estamos sujeitos a sofrer severas penalidades no caso de desrespeito às obrigações tributárias. 

Mas, afinal, como saber quais são as obrigações tributárias de uma Software House, você sabe dizer? E mais, como identificar as obrigações tributárias dos seus clientes? 

Se a sua empresa desenvolve módulos fiscais, esse é um tema de grande relevância! 

É nesse momento que o planejamento tributário revela-se como um grande facilitador, juntamente com o SPED fiscal, esses recursos podem simplificar a vida dos gestores e garantir uma boa gestão fiscal. Continue conosco e descubra como! 

O que é planejamento tributário?

A gestão de um negócio exige estratégias específicas para a obtenção da excelência em todos os processos. Da mesma forma que as demais necessidades de uma empresa, o planejamento tributário faz parte dessa administração. 

Trata-se de métodos planejados de acordo com as normas e a legislação tributária, com o intuito de estruturar o cumprimento das obrigações acessórias, bem como os pagamentos de encargos, de forma que o empreendimento consiga minimizar os riscos com otimização de custos e ainda contar com a redução da carga fiscal. 

A diminuição, isenção ou adiamento dos encargos tributários é possível, desde que exista um bom planejamento tributário. 

O papel do SPED Fiscal

Em modo posterior a esse planejamento, o SPED Fiscal é um meio digital de escrituração da Receita Federal. 

Tem como objetivo digitalizar as informações necessárias e enviá-las para o Fisco, com a intenção de manter as contribuições atualizadas e evitar problemas relacionados às obrigações tributárias. 

Com essa ferramenta, o governo pretende modernizar os processos e eliminar a burocracia de documentos físicos.

Como iniciar o planejamento estratégico?

Os especialistas, de início, realizam um estudo do cenário geral da situação atual da empresa, analisando os dados e criando um caminho até o objetivo final. 

Sem esse planejamento estratégico de forma segura e profissional, há risco dos gastos com pagamento de tributos se tornarem um problema financeiro, uma vez que não entregar a prestação de contas através do SPED Fiscal, implica em multas e outras penalidades.

Quais as vantagens de realizar um Planejamento Tributário?

Investir em planejamento nunca é um recurso perdido, dado que para alcançar as metas estimadas para a empresa, controlar os meios pelos quais chegar é uma maneira de aumentar as possibilidades e evitar erros que atrasam esse objetivo. 

E, claro, almejar o sucesso não faz parte apenas de grandes companhias, mas também de micro e pequenos negócios. 

O que importa mesmo é que o objetivo esteja claro e o controle dos resultados seja prioridade. 

Por essa razão, elencamos alguns motivos para recorrer ao planejamento tributário para a sua Software House e manter os documentos enviados com precisão ao SPED Fiscal:

Economia e lucratividade

Diminuir o Fator Acidentário de Prevenção (FAP) e, consequentemente, conseguir a redução da contribuição para o Seguro de Acidentes de Trabalho (SAT) é um exemplo claro de uma entre várias possibilidades de economizar nas obrigatoriedades tributárias. 

Faça uma boa gestão dos seus gastos elaborando um fluxo de caixa. Defina o seu faturamento mensal, despesas e custos. Pense na sua margem de lucro, nos gastos com folha de pagamento.

Não esqueça de incluir os impostos por data de vencimento. Desta forma, você poderá ter uma visão mais clara do cenário e definirá o que foi pago de forma indevida, obtendo assim uma possível realocação de dívida ou ressarcimento do imposto indevido.

O planejamento tributário contribuirá para que essa e outras medidas ajudem a otimizar a saúde financeira da sua empresa.

Segurança nas decisões

Com a execução de um planejamento tributário eficaz, bem como a assistência contábil adequada, a gestão pode adquirir maior segurança no momento de tomar decisões, uma vez que terá em mãos informações confiáveis que reduzirão erros e evitarão divergências junto ao EFD (Escrituração Fiscal Digital).

Destaque entre os concorrentes

Com todos os processos fiscais otimizados de maneira segura, a empresa terá mais dinheiro no fluxo de caixa e poderá investir em melhorias no seu empreendimento, tendo a oportunidade de proporcionar a melhor experiência para o cliente. 

E, como consequência, o negócio conquistará a preferência dos consumidores e estará à frente na competitividade com os concorrentes.

Por essas vantagens, não deixe de aprender a criar as melhores estratégias no planejamento tributário para a sua empresa e contar com as melhores tecnologias para evitar problemas na transmissão dessas informações!

Quais os objetivos de um planejamento tributário para empresas?

O planejamento tributário tem como principal objetivo a redução da carga tributária de uma empresa, de forma segura e legal. Diminuir os encargos fiscais pendentes de pagamento pode ser a chave para a economia: remanejar os recursos de obrigações fiscais para uma outra prioridade de negócio. 

E, de forma positiva, gera possibilidades de organização financeira, através do processo de elisão fiscal – decorrente da própria lei ou que aproveita de lacunas e brechas dos dispositivos legais. 

Ademais, ajuda no ato de transmitir essas informações para o Fisco, por meio do SPED Fiscal. Por esse motivo, ter conhecimento dos principais pontos que você deve aplicar no seu planejamento tributário é essencial, aprenda a seguir:

Redução de valores recolhidos

Por meio de uma análise detalhada com o auxílio de um profissional contábil, a empresa poderá ser beneficiada com a redução ou isenção de determinados impostos. 

Uma das possibilidades mais utilizadas são as políticas de incentivo oferecidas pelo governo local, em que permite a alteração de alíquotas por meio de iniciativas como inovação tecnológica ou audiovisual, por exemplo.

Incidência de obrigatoriedades fiscais

Ao gerenciar um negócio, uma preocupação recorrente é a de não permitir que o custo se sobreponha ao lucro. 

Diante disso, os tributos fiscais, obrigatórios por lei, devem estar presentes no planejamento financeiro, tanto no seu próprio planejamento como no planejamento de seus clientes

Ao idealizar uma estratégia voltada para as questões tributárias, esses custos são conciliados com a realidade atual do negócio, dificultando que os tributos atrapalhem a lucratividade.

Como o Planejamento Tributário impacta no processo de SPED Fiscal?

O SPED Fiscal agrega todas as informações tributárias de forma detalhada, possibilitando a entrega dos dados prontos para a prestação de contas com o Fisco. 

Sendo assim, quando uma empresa tem um planejamento tributário completo e conciso, não permite que erros sejam cometidos nessa transmissão. 

Além do objetivo econômico, é importante lembrar que um bom planejamento evita a incidência de penalidades, situação que pode causar desconforto financeiro no caixa. 

Com os planos de ação realizados e todos os dados sendo colhidos por meio do seu sistema ERP, e, de preferência, com uma solução integrada de geração do arquivo SPED, a empresa está mais preparada financeiramente e cumprindo com todas as obrigatoriedades, sem que exija um trabalho manual diário.

suíte de componentes

Afinal, como fazer um planejamento tributário ideal?

Já foi discutido, neste artigo, sobre algumas das vantagens e alguns dos objetivos de realizar um planejamento tributário bem como a sua relevância na geração do arquivo SPED Fiscal. 

Se você conseguiu compreender essa importância e quer levar essa solução para o seu negócio, siga o passo a passo a seguir:

1-  Reúna todos os dados

Anote, detalhadamente, todos os dados do seu empreendimento. Esse passo é primordial, visto que o conhecimento leva às escolhas personalizadas. 

Essa coleta deverá ser feita em conjunto com todos os departamentos da empresa e a equipe de contabilidade selecionada. 

Informações como estrutura e porte, enquadramento tributário (regime) e demais atividades da empresa são pontos que não podem faltar.

2-  Atente-se à natureza jurídica

A constituição da empresa define o seu regime jurídico, como número de sócios, capital social etc. A natureza jurídica da sua empresa determina uma série de normas as quais deve seguir. 

Sem contar que essa característica impacta diretamente no seu planejamento empresarial e precisa estar presente no seu arquivo SPED Fiscal. 

O regime tributário, por exemplo, poderá ser diferente de acordo com a sua natureza jurídica e por esse motivo, é um passo determinante.

3-  Defina o regime tributário adequado

O regime tributário consiste nas normas tributárias que o contribuinte irá seguir, de acordo com o faturamento anual e o segmento. 

Ele determina onde a empresa irá se enquadrar nas exigências fiscais. Não há um melhor regime, mas deverá ser personalizado de acordo com cada  negócio e suas características. Conheça três possibilidades:

  • Lucro real: o IR deste regime é medido por meio do seu lucro contábil, mais os ajustes da lei fiscal. É mais adequado para empresas que possuem margem de lucro menor que 32% e é obrigatório para alguns segmentos, como instituições bancárias e cooperativas de crédito;
  • Simples Nacional: foi criado para simplificar o pagamento de tributos por microempresas e empresas de pequeno porte. Costuma ser a melhor opção para empresas com faturamento até R$ 4,8 milhões;
  • Lucro presumido: as alíquotas variam de acordo com a atividade exercida. Pode ser a escolha para empresas que faturam até R$ 78 milhões anualmente.

4-  Construa o seu planejamento tributário

Após a coleta dos dados anteriores, de forma conjunta com o seu contador, poderá levantar as informações necessárias para o seu planejamento. 

Começará, então, a traçar planos para atingir o seu objetivo identificando como reduzir a carga tributária em seu empreendimento, a possibilidade de isenção e adiamento dos pagamentos, como usufruir dos incentivos fiscais de acordo com a sua atividade, qual a maneira adequada de equilibrar os seus custos e lucros com os tributos fiscais, a forma que irá gerar o arquivo SPED Fiscal, dentre outros. 

De igual forma, determine metas, cronogramas, operações necessárias, custos, materiais, enfim, tudo o que for necessário.

5-  Faça revisões periódicas

Para o sucesso do seu planejamento tributário, como foram definidas as metas, o acompanhamento delas deve ser feito cuidadosamente. 

Revise as aplicações que estão sendo feitas através do seu software e mantenha o planejamento atualizado diante de qualquer alteração no seu negócio, uma vez que precisará transmitir informações para o Fisco através do SPED Fiscal mensalmente. 

Realize ajustes e mantenha o costume de fazer reuniões com sua equipe contábil regularmente.

Conheça a solução de SPED Fiscal TecnoSpeed

Uma solução integrada para o seu sistemas de gestão permite a geração de arquivo Sped e oferece um diagnóstico completo do documento gerado. 

Para uma Software House é a solução ideal, pois simplifica toda a estruturação do módulo fiscal  e oferece conferência automatizada dos itens necessários para que não haja problemas junto ao fisco.

Além do mais, poderá oferecer ainda mais vantagens para seus clientes, os quais não precisarão da dedicação de uma equipe inteira para realizar a gestão de tributos manualmente. 

Ao implantar esse módulo em seu software, ele é capaz de realizar a junção das informações tributárias do seu empreendimento, e, possibilita que o gerenciamento dos tributos fiscais seja rápido, automático e eficaz. 

Dessa forma, não há necessidade de se preocupar com o manuseio, transmissão de dados, burocracias e atualizações na legislação tributária, pois fazemos isso por você. 

Conheça a solução SPED Fiscal da TecnoSpeed! Facilite a geração do arquivo SPED no seu software, com validações fiscais inteligentes que reduzem o seu esforço!

 

Ir para SPED Fiscal TecnoSpeed


Depois desse conteúdo incrível você já sabe por onde começar, não é mesmo?! Um bom planejamento é crucial para a boa administração das obrigações tributárias, é por meio dele que os prazos serão cumpridos e os valores serão recolhidos corretamente. 

A TecnoSpeed domina os assuntos fiscais e desenvolve soluções de qualidade, completas e seguras para descomplicar os processos em sua Software House. 

Leve as melhores tecnologias para a sua empresa e ofereça o que há de melhor e mais moderno para o seus clientes, preocupa-se com o que realmente importa e deixe toda a burocracia das questões tributárias com gente.  

Summary
Planejamento Tributário e SPED Fiscal: como conciliá-los da melhor forma?
Article Name
Planejamento Tributário e SPED Fiscal: como conciliá-los da melhor forma?
Description
Entenda como o Planejamento Tributário impacta no SPED fiscal e como esses recursos podem garantir uma boa gestão fiscal. 
Author
Publisher Name
TecnoSpeed
Publisher Logo
0 ComentáriosFechar comentários

Deixe um comentário

Localização

Tecnospeed ©  2022. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.