Curva ABC: tudo que você precisa saber

O controle de estoque é uma tarefa essencial para uma boa gestão empresarial e de estoque. Você conhece a Curva ABC? Confira tudo sobre esse método!


Para que uma empresa funcione de maneira lucrativa e sem problemas com entrada/saída de produtos é extremamente importante que haja o controle de estoque. Atualmente existem vários métodos para fazer esse acompanhamento, mas neste artigo discutiremos sobre um, que pode ser o ideal para a sua empresa: a Curva ABC.

Você já ouviu falar sobre esse modelo de estoque? Entenda com a gente o que é Curva ABC, além de como fazer esse tipo de estocagem no seu negócio e como calcular esse serviço. Para isso explicaremos para você todos os procedimentos, a fim de que não restem dúvidas sobre a opção ideal para a sua empresa.

Continue aqui e acompanhe o nosso artigo! Boa leitura. 

O que é Curva ABC?

Em primeiro lugar precisamos entender definitivamente o que é Curva ABCjá que existem diversos métodos de estoque para empresas e que esse é apenas mais um no mercado. Como o próprio nome sugere, as letras A, B e C são três planos diferentes, que o empresário pode ter no instante de fazer essa estocagem.

A ordem dessas letras faz uma referência à importância delas dentro do seu estoque. Aquelas de nível A são as mais importantes e que possuem menos produtos, enquanto o nível B é mediana tanto na importância como na quantidade. Por último, o plano C remete àquele item menos valioso, mas que está em grande escala dentro da empresa. 

É necessário destacar que essa importância dos produtos pode ser avaliada de diversas maneiras, como o valor que ele é vendido, o número de saída, entre muitos outros. Tudo depende de cada negócio e o método que desejam adotar.  

Como fazer esse estoque na minha empresa?

Para fazer esse tipo de estoque em uma empresa é preciso, em primeiro lugar, delimitar se existem itens que se encaixem nos parâmetros A, B e C de importância. Caso haja essa ordem de produtos, é possível adotar ao modelo de estoque.

Com o intuito de auxiliar você nos primeiros passos, listamos três etapas importantes para colocar a Curva ABC em funcionamento e mostrar que ela pode ser a melhor opção para o funcionamento do seu negócio. 

  • Separar itens por grupos

Para iniciar esse processo de estoque é essencial separar os produtos da empresa em grupos, para que fiquem organizados de acordo com o seu nicho e também para se acomodarem de acordo com a sua importância. 

Imagine que estamos trabalhando com gadgets de smartphones e que a lista se inicia com fones de ouvido como A, carregadores como B e demais itens como C. Essa separação transforma o processo de estoque muito mais fácil de organizar. 

  • Eleger a importância de cada produto

O principal intuito da Curva ABC é de eleger a importância dos itens dentro do estoque de uma loja para definir o processo de entrada e saída dos mesmos. Porém, é preciso escolher qual fator torna o produto mais valioso em relação a outro.

Para isso existem várias formas: o empresário pode escolher o produto A como aquele que tem mais saída da empresa e o produto C como aquele com menos saída; ou também organizar pelo custo do item, sendo o A mais caro e o C mais barato. Independente de qual seja a forma, todas possuem uma mesma estrutura. 

Essa organização varia de acordo com cada empresa, sendo extremamente importante que cada uma planeje a melhor forma de controlar o seu estoque de acordo com esse método. Nunca copie o funcionamento completo de outra rede. 

  • Sistema ERP

Para controlar a Curva ABC de maneira eficaz é essencial adotar um sistema ERP. Esse tipo de integração auxilia não somente na organização do estoque, mas também na gestão dele, na automatização de processos, entre muitos outros.

Pense que você tenha que listar todos os produtos de níveis A, B e C na mão, sem o auxílio de um sistema. Além de ser extremamente trabalhoso, podem acontecer erros durante o processo e acabar trazendo problemas na contagem do estoque. 

Ou seja, optar pelo sistema ERP é uma forma de não somente automatizar o serviço, mas também de transformá-lo em mais rápido, dinâmico e preciso. Sem dúvida, as empresas que adotam essa forma de cálculo deixam tudo menos descomplicado. 

Como calcular a Curva ABC?

Agora que já falamos sobre o que é a Curva ABC e as principais formas de adotá-la em uma empresa, precisamos explicar como funciona esse cálculo. Como já destacamos várias vezes, esse modelo funciona de acordo com a importância de cada grupo, e com o cálculo dele não é diferente.

Entende-se que as letras A, B e C são distribuídas de acordo com o valor dentro do estoque. A curva A representa 80% do que está dentro dele, enquanto a B tenha 15% e a C apenas 5%. A importância, então, mesmo que a gente eleja uma forma de calcular esses percentuais, está primordialmente no custo dele dentro do estoque.

Ou seja, mesmo que você opte por uma forma de estocagem que coloque o número de saída em primeiro lugar, o seu cálculo deve conter o custo desses produtos dentro da loja. Sem isso, o método não funciona corretamente. 

Desenvolva seu ERP

Conclusão 

Entendemos que o modelo de estoque Curva ABC é mais uma forma de calcular a estocagem de uma empresa. No mercado brasileiro existem muitas outras maneiras de fazer esse tipo de procedimento, auxiliando os empresários a encontrarem uma forma ideal para o negócio.

Para você que está pensando em adotar um sistema ERP para o seu empreendimento e quer saber mais sobre a Curva ABC na prática, entre em contato com a gente da TecnoSpeed e conheça mais sobre os nosso serviços!

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados