Tempo de Leitura: 5 minutos

Você sabe como gerenciar o seu estoque e suas vendas? A curva ABC serve exatamente para otimizar esse processo. Entenda!


Para quem tem um negócio que envolve vendas e fluxo constante de produtos, um dos maiores desafios é a gestão de estoque. E para realizar esse processo, existe uma ferramenta mundialmente conhecida: a curva ABC. Já ouviu falar?

Um controle de estoque eficiente pode beneficiar todas as outras operações e setores da empresa e determinar o sucesso e crescimento dela. Por outro lado, uma gestão ruim pode gerar problemas sérios para um negócio.

Se você é empreendedor e quer aprender melhor sobre este tema para não sofrer mais com seu estoque ou é desenvolvedor e quer poder ajudar seus clientes nesse sentido, este post é para você. Vem entender o que é, como funciona e como fazer uma curva ABC!

O que é curva ABC?

A curva ABC é uma metodologia que classifica informações e/ou itens segundo o seu grau de importância. Essa ferramenta também é conhecida como Análise de Pareto ou Lei 80/20 e determina que 80% dos resultados são fruto de apenas 20% dos esforços.

Ela pode ser aplicada em diferentes contextos e focos de análise, mas no mundo administrativo sua principal utilização, como já falamos, é relacionada ao controle de estoques.

Com a curva ABC é possível organizar seu estoque e saber, com clareza e detalhes, como seus os produtos performam em termos de venda e quais mais geram valor ao seu negócio. 

Além dessa finalidade básica, a curva também gera outros dados e insights relevantes para o controle de vendas e gestão da empresa como um todo, como veremos a seguir.

Principais objetivos

Veja os principais objetivos do Curva ABC.
Veja quais os principais objetivos da Curva ABC. | Imagem: Pexels.

O objetivo central de se aplicar a metodologia da curva ABC é possuir uma visão mais clara sobre o seu estoque e fluxo de vendas. A partir disso, também é possível:

  • identificar demandas de compras e produção;
  • otimizar o investimento em matéria-prima, estoque e fornecedores;
  • evitar desperdícios e acúmulos de estoque;
  • elevar sua margem de lucro e fluxo de vendas;
  • direcionar estratégias de marketing;
  • fundamentar decisões sobre seu catálogo e ofertas;
  • visualizar novas oportunidades de negócio;
  • adotar estratégias gerais de gestão.

O que estamos falando aqui é que a curva ABC, assim como outros indicadores de vendas, serve de base para melhorar a tomada de decisões, seu controle financeiro e otimizar seus investimentos, ganhos e estratégias.

Por exemplo, sabendo quais produtos têm mais saída, é possível investir em um estoque maior desses itens e reduzir os dos menos populares. Também seria viável pensar em promoções ou direcionar a comunicação para despertar o interesse nesses produtos de menor saída.

E cada solução dessa gera economia, lucro e assertividade para o seu negócio, entende? Basicamente, a curva ABC consiste em uma ferramenta de business intelligence, que por sua vez ajuda a utilizar dados para fazer o seu negócio evoluir.

Como funciona a curva ABC

A curva ABC contempla 3 partes ou classes, que separam e ordenam os itens do seu mix de produtos: A, B e C. Tais classes representam cada uma um grupo específico de produtos e a distribuição original do método é:

Produtos da Curva A

Aqui ficam os seus produtos principais, que mais vendem e geram lucro para a sua empresa, mas não são muitos. São em torno de 20% do seu mix de produtos e representam 80% do valor do seu negócio.

Produtos da Curva B

Nessa curva estão itens intermediários, que vendem e geram valor de forma equilibrada, mas ainda assim são importantes. Estima-se que 30% dos seus itens estejam nessa classe e eles representam 15% do valor ganho pela empresa.

Produtos da Curva C

Por último, na curva C temos os produtos de baixo impacto econômico na empresa, por serem mais baratos ou venderem menos. Eles geram 5% do valor da empresa, mas representam 50% da sua mercadoria.

Os parâmetros de 80%, 15% e 5% não são fixos e podem variar conforme as particularidades de cada organização e o bom senso do gestor. Algumas fontes aplicam as porcentagens 65%, 25% e 10%, por exemplo.

Além disso, dependendo da complexidade do mix de produtos, pode ser mais conveniente adotar um cálculo simplificado da curva ABC ou então investir em um sistema de controle de vendas e estoque.

Como fazer a curva ABC?

Veja como fazer a curva ABC.
Existem diferentes formas para fazer de uma curva ABC. | Imagem: Pexels.

Agora que você já entendeu o funcionamento básico da curva ABC, vamos à parte prática! Se você está se perguntando como fazer ou calcular a curva ABC, nós adiantamos: não é algo tão simples e você vai precisar ter algum conhecimento em Excel.

Isso se for fazer esse cálculo manualmente. A outra alternativa seria investir em uma solução pronta de BI e gestão de dados, integrada ao seu estoque virtual e sistema de gestão. Vamos entender cada uma dessas formas de fazer a curva ABC?

Planilha

Para chegar no gráfico da curva ABC, você vai precisar montar uma matriz de dados na planilha. Em uma coluna por vez, liste: todos os seus produtos, o valor unitário, a quantidade vendida (no período a ser analisado) e o valor total (valor unitário x quantidade) de cada um.

Em seguida, numa outra coluna, você precisará calcular o valor acumulado, repetindo o valor total do primeiro produto (VA do produto 1 = VT do produto 1) e nos próximos somando o valor total do produto da linha com o valor acumulado anterior (VA do produto 2 = VT do produto 2 + VA do produto 1).

O último valor acumulado é igual ao valor total das suas vendas e, a partir dele, você vai descobrir a participação percentual de cada produto nas vendas, dividindo o valor total por produto pelo total de vendas. 

Então, ordene a planilha por essa coluna e em ordem decrescente. Faça uma coluna ao lado de porcentagem acumulada, seguindo a mesma lógica da de valor acumulado. E então, divida os seus produtos dentro das classes A, B e C.

Seus produtos A serão os listados até o valor acumulado de aproximadamente 80% (ou a linha de corte que você determinar para essa classe), os B até o valor 95% (80% + 15%) e os demais são os da classe C.

Agora, você já possui a classificação em mãos e já pode tirar insights disso. Porém, o próximo passo seria gerar o gráfico da curva ABC. Para isso, você deve criar um Gráfico de Barras 100% Empilhadas e configurar como base os valores da coluna % Acumulada.

Você também pode inserir um eixo secundário com um Gráfico de Linhas, além de usar configurações de design e condicional para colorir o gráfico e torná-lo ainda mais visual e fácil de interpretar. Ufa!

PlugDash e PlugSales

Agora, se você ficou cansado só de imaginar essas etapas e não quiser se preocupar com nada disso, a solução tem nome: PlugDash

O PlugDash é o dashboard BI da TecnoSpeed que é integrado ao seu sistema de gestão e gera o gráfico e os dados da curva ABC automaticamente, além de diversas outras métricas relevantes e visuais!

Ele também é atualizado em tempo real, pode ser acessado por diversos dispositivos, desktop e mobile, e personalizado com a identidade visual e dados que forem mais interessantes para você ou seu cliente.

E essa API é só uma parte do PlugSales, a nossa solução de força de vendas que te garante total controle sobre o seu estoque, praticidade e segurança para gerenciar seus dados e todo suporte para fazer seu negócio chegar mais longe. Quer saber mais?

Summary
O que é curva ABC?
Article Name
O que é curva ABC?
Description
A curva ABC é uma metodologia que classifica informações e/ou itens segundo o seu grau de importância. Essa ferramenta também é conhecida como Análise de Pareto ou Lei 80/20 e determina que 80% dos resultados são fruto de apenas 20% dos esforços. Ela pode ser aplicada em diferentes contextos e focos de análise, mas no mundo administrativo sua principal utilização, como já falamos, é relacionada ao controle de estoques.
Author
Publisher Name
TecnoSpeed
Publisher Logo

Localização

Tecnospeed ©  2022. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.