Como emitir NFCe em Delphi?

Para emitir NFCe em Delphi, seu ERP precisa ter um componente alinhado com o sistema da SEFAZ e com os requisitos do processo.


Entre todas as linguagens de programação, o Delphi é uma das mais populares entre os desenvolvedores, se não for a principal.

Muitas software houses utilizam esse formato para seus projetos, como os ERPs. Nesses casos, é importante saber como emitir NFCe com Delphi.

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica é um documento integrante do SPED fiscal que digitaliza a emissão do cupom fiscal.

Sua emissão é feita a partir de um arquivo XML e um certificado digital, mantendo comunicação direta com o sistema da Secretaria da Fazenda.

Isso facilita as consultas pelos consumidores de um produto e o próprio comerciante pode organizar melhor seus documentos para o fisco.

Afinal, não precisa ter um espaço físico para guardar as notas e facilita uma busca se necessário.

Essas são apenas partes das vantagens que mostram o valor de emitir NFCe em Delphi.

Para você entender todos os benefícios dessa estratégia, quais são os requisitos e como integrar essa funcionalidade ao seu ERP, criamos este artigo. Continue a leitura!

Você já conheceu o Manager Saas? emita a NFCe MS aqui.

Por que seu ERP deve emitir NFCe em Delphi

A NFCe é um documento regulamentado em todos os Estados brasileiros, embora cada um tenha o seu próprio formato. É usada por muitos varejistas desde que foi estabelecida.

Cada região tem as suas normas sob consulta, tornando-a uma exigência de acordo com o faturamento e outros parâmetros.

Enquanto o Rio Grande do Sul impôs a obrigatoriedade desde 2019, por exemplo, Santa Catarina preferiu manter sua fiscalização original, dispensando a NFCe.

Essa falta de padrão pode ser um desafio para integrar esse documento a um ERP, mas é possível verificar quais são os Estados que já aderiram ao documento no site oficial da NFCe.

De qualquer forma, há vários benefícios que os clientes de uma software house que investe no modelo podem ter. Listamos alguns deles a seguir.

Agilidade nas informações

Uma das facilidades de passar a emitir NFCe em Delphi pelo ERP é que as informações são processadas de forma ágil, já que o repasse é feito on-line e em tempo real.

É uma forma de manter a documentação em ordem e estar preparado para uma possível fiscalização.

Além disso, o processo não corre risco de ser interrompido devido a problemas de sinal, já que é possível usar a contingência on-line.

Economia na emissão

Ao realizar todo o processo pela internet, o comerciante percebe uma redução em seus custos. Afinal, não será mais necessário gastar com folhas, tinta de impressora e o equipamento específico para a tarefa.

A NFCe pode ser impressa em uma impressora normal, bastando manter a qualidade dos documentos.

Com isso, evita-se também os gastos e a burocracia de manutenção, que só pode ser feita por empresas credenciadas.

Praticidade nas obrigações

Além de dispensar a necessidade dos documentos físicos, o contribuinte que tem várias unidades do seu negócio pode utilizar a mesma autorização para todas elas. Isso diminui as burocracias com questões de compliance.

Outros processos burocráticos também são dispensados, como a emissão de documentos fiscais como a escrituração de Mapa Resumo e a comunicação de ocorrências.

Requisitos para emitir NFCe com Delphi

O seu software de gestão é uma parte fundamental para os estabelecimentos poderem emitir NFCe com Delphi.

Os requisitos do processo incluem também um equipamento com acesso à internet (computador, smartphone ou tablet) e um certificado digital de pessoa jurídica no padrão ICP-Brasil emitido no CNPJ em questão.

Fazem parte das exigências também estar com a Inscrição Estadual em dia, ter credencial e autorização pela SEFAZ do Estado e o Código de Segurança do Contribuinte (CSC), que proporciona autenticidade aos documentos.

A emissão é simples, bastando que o comerciante preencha os dados exigidos pelo software para a criação da nota fiscal e envie o arquivo XML para a SEFAZ pelo próprio sistema.

Assim, a sua software house, então, precisa disponibilizar o módulo para que esse processo funcione, com as comunicações específicas com a SEFAZ.

Para integrar essa tecnologia no seu ERP, você tem duas opções. Pode deixar o desenvolvimento do componente DLL nas mãos da sua equipe ou pode facilitar o processo com uma API de terceiro.

Aqui na TecnoSpeed, nós estamos prontos para atender a essa demanda com a nossa solução NFCe TecnoSpeed, reduzindo 70% do seu tempo de implementação.

Nosso produto está pronto para ser integrado em qualquer software de gestão financeira, independente da linguagem.

Com isso, os seus clientes serão capazes de emitir NFCe em Delphi de forma simples e prática. Confira o passo a passo a seguir.

Solução NFCe

Como emitir NFCe em Delphi  pela NFCe TecnoSpeed

Após garantir que os requisitos estejam em ordem, você deve acessar a pasta de instalação do componente, normalmente no caminho “C:\Program Files\TecnoSpeed\NFCe” , e entrar em Arquivos.

Copie todo o conteúdo e cole na pasta de demonstração, substituindo os arquivos já existentes.

Abra o arquivo NFCeServidoresHom.ini, procure seu Estado e verifique se há dois ou três blocos de texto. Para o caso de ter dois blocos, basta adicionar o bloco a seguir.

Se já houver um terceiro, é porque já existe um WebService para testes. Porém você deve checar se há autorização para uso. Em negativa, substitua-o também pelos dados que seguem:

  • NfeRecepcao3=https://homnfce.sefaz.am.gov.br/nfce-services-nac/services/NfeAutorizacao
  • NfeRetRecepcao3=https://homnfce.sefaz.am.gov.br/nfce-services-nac/services/NfeRetAutorizacao
  • NfeInutilizacao3=https://homnfce.sefaz.am.gov.br/nfce-services-nac/services/NfeInutilizacao2
  • NfeConsulta3=https://homnfce.sefaz.am.gov.br/nfce-services-nac/services/NfeConsulta2
  • NfeStatusServico3=https://homnfce.sefaz.am.gov.br/nfce-services-nac/services/NfeStatusServico2
  • nfeRecepcaoEvento3=https://homnfce.sefaz.am.gov.br/nfce-services-nac/services/RecepcaoEvento   

No projeto da demonstração em Delphi, procure as linhas a seguir e preencha as informações necessárias:

  • aDs.Campo(‘dhEmi_B09’).Value    := FormatDateTime(‘YYYY-mm-dd”T”HH:mm:ss’,now) + ‘-03:00’;                                                       ‘Verifique se o fuso corresponde ao de sua UF.
  • aDs.Campo(‘cMunFG_B12‘).Value   := ‘4115200‘;   ‘Informe o código de seu município.
  • aDs.Campo(‘cMun_C10’).Value     := ‘4115200’;   ‘Informe o código de seu município.
  • aDs.Campo(‘xMun_C11‘).Value     := ‘MARINGA‘;   ‘Informe o nome de seu município.   

Se você estiver no ambiente de testes do AM, ignore a próxima etapa e prossiga. No ambiente de testes da sua UF, altere também os campos:

  • aDs.Campo(‘cUF_B02’).Value      := ’13’;                            ‘Informe o código de sua UF.
  • aDs.Campo(‘IE_C17‘).Value       := ‘9044016688‘;                    ‘Informe a IE do emitente.
  • aDs.Campo(‘CRT_C21’).Value      := ‘3’;                             ‘Informe 1 para simples nacional, 2 para simples nacional com excedente e 3 para normal.   

Agora você pode salvar e compilar o projeto. Selecione o certificado ComboBox  e clique em “Configurar Ini” para que o nome do certificado apareça na propriedade NomeCertificado .

Um arquivo será aberto, onde você deve preencher CNPJ e UF, certificando que:  Ambiente=2 e VersaoManual=5.0a.  Salve e feche o arquivo.

Na demonstração, clique em “Load Config” para carregar as alterações para o componente e, em seguida, em “1.1  DataSet 3.10” para converter os dados do dataset em XML. Prossiga clicando em “2 . Assinar” e em “3 .1 Enviar Sincrono”. A mensagem “Autorizado o uso da NF-e” irá aparecer. Com o processo finalizado, você poderá visualizar, exportar ou imprimir a DANFCE.

O processo de emitir NFCe em Delphi com a nossa solução é rápido, levando um tempo médio de 10 minutos. Leve essa praticidade para os seus clientes: entre em contato e integre já a NFCE TecnoSpeed!

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados