Diferenças entre SPC e Serasa: o que são e como funcionam

Você tem dúvidas em relação a diferença entre SPC e Serasa? Fique tranquilo, isso é muito comum. Por isso, respondemos sua pergunta nesse post. Veja!


A consulta de crédito é uma atividade importante para vários segmentos de empresas, principalmente das que são ligadas ao comércio. No Brasil, há dois serviços disponíveis para essa modalidade: o Serviço de Proteção ao Crédito, conhecido como SPC, e também a Serasa, que nos últimos anos ganhou o complemento “Experian”.   

Ao desenvolver sistemas que incluam a análise de crédito em suas funcionalidades, uma dúvida recorrente é se o SPC e a Serasa são a mesma coisa. Bem, já adiantamos que não são. 

Neste post nós explicamos em detalhes quais as principais diferenças entre SPC e Serasa, quais os serviços prestados por cada uma das empresas e como fazer uma API de linha de crédito para seu software. Confira! 

Entenda a importância da consulta de crédito.

O que é e como funciona o Serasa?

A Serasa Experian é uma empresa privada, que fornece dados para consulta e soluções de crédito. Eles são coletados a partir de informações de instituições financeiras e disponibilizados para acesso de organizações de inúmeros segmentos, sobretudo das que fornecem algum tipo de crédito aos consumidores finais. 

Os dados fornecidos pelo Serasa Experian são usadas pelas empresas para analisar o risco de crédito, prática que visa diminuir a ocorrência de inadimplência na empresa. 

A instituição também fornece outros tipos de serviços para empresas, como ferramentas antifraude. 

Para o consumidor final, há uma plataforma para consulta do score, que fornece uma pontuação de acordo com o perfil e movimentações vinculadas ao CPF. Ela indica se o nome está limpo, se o Cadastro de Pessoa Física está regular na Receita Federal e mostra o número de pendências, como protestos, dívidas negativadas, ações judiciais, cheques sem fundos e outros. 

A consulta é gratuita. 

O que é e como funciona o SPC?

O SPC também fornece dados para analisar o comportamento financeiro e reúne dados dos próprios lojistas e comerciários vinculados à organização, que cedem seus respectivos registros de pagamento. 

O objetivo é fornecer instrumentos para que as empresas avaliem o potencial dos clientes, comparando hábitos e o histórico das pessoas com a política de crédito estabelecida pela empresa. 

vejas as diferenças entre serasa e spc

O SPC tem como base de dados, as próprias empresas. Imagem: Unplash

Além desse serviço, o SPC também oferece soluções para pequenas, médias e grandes empresas, como serviços de cobrança e recuperação, gestão da carteira, prospecção, etc. 

Ao consumidor final, o SPC também disponibiliza o acesso à informações, como registros de inadimplência, de títulos protestados em cartório e outros. O custo para consulta é realizado pelo CPF e custa R$16,90 (informação verificada em 26/5/2020).

Diferença entre SPC e Serasa

A principal diferença entre SPC e Serasa Experian é na forma de coleta dos dados dos inadimplentes. A fonte de informações do SPC são os lojistas credenciados no órgão, que informam quem possui dívidas, seja no comércio ou com despesas domésticas, como energia elétrica. 

Já o Serasa, diferentemente do SPC, recebe os dados de instituições financeiras, como os bancos, que fornecem os nomes de quem possui pendências com cheques sem fundos, dívidas vencidas, como as de cartão de crédito, entre outros. 

Quais informações elas fornecem?

De modo geral, tanto SPC quanto Serasa disponibilizam dados sobre o comportamento financeiros dos brasileiros, mas as fontes são diferentes, como já explicamos anteriormente.

Essas informações são usadas para entender se já risco em disponibilizar o crédito, baseado nos hábitos de pagamentos, quantidade de dívidas, entre outros. 

Os dois serviços visam mitigar riscos na concessão de crédito. 

Principais dúvidas

Agora que você já aprendeu a diferença entre SPC e Serasa, vamos às principais dúvidas que surgem ao trabalhar com políticas e análise de crédito dentro de softwares. 

1 – SPC e Serasa são órgãos governamentais?

Não. Ambos são iniciativas do setor privado. 

O Serasa foi criado em 1968 e, desde 2007, integra o Grupo Experian. O SPC existe desde 1955 e é uma iniciativa da Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDL), que possui inúmeras entidades em todo o Brasil. 

2 – O que é uma política de crédito?

São os parâmetros que definem que o consumidor será ou não contemplado. A política de crédito estabelece um número determinado de pré-requisitos que devem ser analisados e quantos deles serão necessários para aprovação. 

Os critérios podem ser liberais, moderados ou rigorosos, tanto para o fornecimento do crédito quanto para as cobranças. Neste post explicamos em detalhes sobre eles e fornecemos orientações sobre como escolher a melhor opção.

Uma política de crédito é eficiente quando minimiza os riscos na concessão do crédito e também quando realiza cobranças ágeis por métodos bem definidos. 

3 – Como otimizar a gestão de análise de crédito?

Com a política definitivamente estabelecida para a empresa, uma forma de agilizar o processo de análise de crédito é incluí-la dentro do software de gestão empresarial. 

Dessa forma, o tempo destinado a cada consulta é otimizado, resultando na aprovação ou recusa do pedido para efetuar a compra por meio de crediário. Com o retorno ágil, fica mais fácil elaborar estratégias para o negócio e se dedicar à outras demandas. 

Outra vantagem é que é mais cômodo realizar essas operações na mesma plataforma, o que garante maior fluidez ao processo de trabalho para os responsáveis pelo setor, que concentram as atividades em um único sistema.   

Uma dica extra para agilizar o procedimento liberação de crédito é ter dados dos clientes sempre atualizados. Por meio dessas informações é possível compreender qual o perfil e, consequetemente, o comportamento do consumidor. Essas informações são fundamentais para o desenvolvimento das políticas e tomada de decisão. 

Conheça a API de Consulta de Crédito

4 – SPC ou Serasa: qual utilizar?

Ambos são serviços consolidados no Brasil, mas recomendamos o uso do Serasa Experian. O banco de dados é robusto e apresenta maior relevância para atender consultas em todo o território nacional. Há inúmeros benefícios, entre eles: 

  • Fechar negócios com mais segurança 
  • Evitar inadimplência 
  • Acessar informações seguras e confiáveis 
  • Consultar comportamento financeiro dos consumidores 
  • Analisar decisões de crédito 
  • Integrar pesquisa ao software de gestão empresarial utilizado
  • Padronizar análises, automatizando processos 

5 – Como oferecer a gestão de crédito no meu software?

Nós oferecemos uma solução rápida e inteligente para você incluir a consulta de crédito no seu software, beneficiando os clientes do seu negócio que atuam como lojistas e comerciários.

Temos uma API que permite realizar as consultas do Serasa Experian dentro do software comercializado pela sua empresa. Ela foi criada para oferecer informações seguras para análise de crédito e auxiliar na redução da inadimplência. Saiba mais clicando aqui.

Artigos relacionados