O que é Revenda de Software e como adotar o modelo na sua empresa?

A Revenda de Software aumenta a receita com novas soluções no portfólio, alcance de nichos diferentes de mercado e otimização da equipe. Saiba mais!


Buscar formas de rentabilidade tem sido um desafio para vários no cenário atual de crise da economia, mas o setor de tecnologia se beneficia bastante por ter à disposição soluções digitais. Uma oportunidade de fazer negócios é a Revenda de Software.

Esse modelo envolve programas de afiliados, que é uma modalidade com muitos adeptos no mercado. A ideia é se tornar parceiro de uma empresa com produtos já prontos para o mercado.

Este artigo vai ajudar a entender melhor sobre a Revenda de Softwares e como a sua software house pode ganhar dinheiro com o formato. Veja a seguir como funciona a remuneração, quais são as vantagens e os passos para começar a revender soluções digitais!

O que é Revenda de Software?

A Revenda de Software é um modelo de negócios em que o interessado se torna representante de uma empresa desenvolvedora. Enquanto o revendedor é remunerado pelo trabalho e amplia seus ganhos, a marca ganha uma força nas vendas de seus produtos.

Nesse caso, temos o Programa de Afiliados, com os produtos vendidos diretamente como são disponibilizados pela software house. Há um equilíbrio nos interesses, com ambos tendo vantagens nítidas na ação. Um afiliado normalmente conta com uma plataforma on-line que disponibiliza os links dos produtos e mantém os valores de comissão organizados.

Porém, há empresas que permitem a personalização do software, mudando essa dinâmica. O revendedor pode colocar sua marca no produto, inserido uma identidade própria no design. É possível inclusive inserir novas funcionalidades, integrando APIs ao sistema.

Aqui, a venda ganha mais liberdade, podendo ser realizada digital ou presencialmente. Uma opção é criar um site ou marketplace. Esse espaço funciona muito bem para quem tem produtos de mais de uma marca. Algumas empresas inclusive disponibilizam a infraestrutura para a criação da página. O interessante é que o revendedor pode trabalhar seus próprios valores e planos nas ofertas.

NF-e

Quem pode aderir à Revenda de Software?

Pessoas físicas têm mais liberdade para aderir à Revenda de Software, mas outras empresas também podem firmar parcerias. Uma software house, por exemplo, consegue se adequar ao modelo, principalmente quando há liberdade para realizar alterações na plataforma com novas APIs e desenvolvimento mobile.

Enquanto a empresa desenvolvedora original ganha reforços na venda do produto, a revendedora amplia seu mix de ofertas ao mercado. A parceria é interessante para reduzir o tempo da equipe e acelerar a produção.

Vantagens da Revenda de Software

Há várias razões para uma software house aderir a um programa de Revenda de Software. Desde o aumento do portfólio de produtos à otimização de recursos, o afiliado pode ver sua renda ampliar. Confira a seguir os principais benefícios.

Aumento de receita

O objetivo principal para aderir a essa modalidade é melhorar o rendimento dos lucros e o ticket médio das vendas. Isso se torna possível principalmente quando os produtos permitem vendas cruzadas, com plataformas para diferentes fins.

Expansão do portfólio e nicho de mercado

A expansão do portfólio é um reforço para garantir vendas cruzadas, já que uma software house tende a focar em nichos específicos. Com a inserção de novos produtos ao seu mix, é possível complementar as opções para o cliente, além de alcançar novos públicos.

Fidelização de clientes

Quanto mais diversificado é o portfólio e mais opções você consegue disponibilizar para o seu cliente, mais ele fica satisfeito com os serviços prestados. Isso beneficia uma relação mais próxima, além de fidelizá-lo para futuras oportunidades.

Facilidade no suporte

O suporte ao cliente é uma tarefa intrínseca à oferta de software. Contando com um parceiro para oferecer as soluções, a sua software house conta com apoio para realizar esse atendimento.

Personalização do software

Ao adquirir um software pronto de terceiros, a equipe ganha tempo no desenvolvimento, podendo focar em pontos estratégicos e funcionalidades específicas para agregar ao produto. Em vez de criá-lo do zero, torna-se possível apenas personalizá-lo, com uma nova interface e a integração de APIs como diferencial.

Como é a remuneração?

A remuneração na Revenda de Software depende da empresa que disponibiliza o produto. No seu planejamento estratégico, você pode optar por três modelos principais, que variam de acordo com a proposta do produto.

No programa de afiliados, a empresa estabelece um valor fixo em cima da venda realizada do produto. Nos casos em que a revenda oferece personalização nos valores da oferta, a comissão também pode ser feita por uma porcentagem baseado no preço pago pelo cliente.

Há também o formato com base na fidelização do cliente. O afiliado recebe de acordo com o tempo em que o produto é contratado, com o pagamento podendo ser estendido nas renovações de contrato.

Soluções da TecnoSpeed

3 passos para começar na Revenda de Software

A proposta da Revenda de Software é dar destaque para um alcance regional do público. As empresas muitas vezes buscam afiliados que conheçam suas regiões e entendem as oportunidades de negócio local.

O revendedor pode fazer visitas nas empresas, negociar pessoalmente e realizar apresentações para que os clientes possam ter um contato mais direto com os produtos. Essa é uma dinâmica interessante no setor de tecnologia, onde os produtos costumam ter custo elevado.

Com a internet, entretanto, as vendas podem ser endereçadas a um público mais amplo. Há diversas ferramentas que também permitem realizar essa interação de forma digital, seja por chamadas de vídeo ou canais de bate-papo.

A seguir, apresentamos 3 passos para a sua software house participar de um programa de Revenda de Software.

Afiliar-se a uma empresa

O primeiro passo é encontrar uma empresa alinhada com os objetivos da sua software house. O interesse é se afiliar a um parceiro que permita personalizar as soluções de acordo com as necessidades do seu cliente.

Ter um site para os produtos

A sua software house provavelmente já tem sites para os seus produtos. Se a página for especialmente para uma solução oferecida, é importante desenvolver pelo menos uma página paralela para divulgar os produtos da Revenda de Software. O ideal é ter uma página da empresa com páginas para cada produto, em um formato de marketplace.

Personalizar as soluções

A personalização das soluções é um passo muito importante para adequar o produto ao seu cliente. Uma solução pronta pode não ter várias funcionalidades importantes ao perfil do seu público. Por isso, ter a possibilidade de integrar novas APIs e personalizar uma plataforma faz toda a diferença.

Aqui na TecnoSpeed, temos diversas soluções para customizar um software. São várias APIs para o setor financeiro, aplicativos, certificados e até cursos. Nossos módulos de emissão fiscal são funcionalidades importantes para diversos setores do mercado. Conheça as nossas soluções para documentos fiscais!

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados