Tempo de Leitura: 4 minutos

Descubra tudo o que você precisa saber para tirar um sistema ERP do papel e auxiliar inúmeros negócios com essa solução!


E aí, DEV, procurando saber mais sobre sistema ERP para começar a trabalhar no seu? Então você está no lugar certo! Preparamos este guia pensando exatamente em você, DEV júnior, que precisa do caminho das pedras para concluir essa missão.

Se você está um passo à frente dessa fase, talvez se interesse em ler sobre os principais desafios na hora de aplicar a tributação no seu ERP. Mas, se você ainda não sabe bem como conduzir um projeto de sistema ERP, vem com a gente até o final deste post.

Vamos te explicar o conceito de ERP, a importância desse tipo de solução e todos os passos e detalhes do desenvolvimento de um sistema de gestão para que você domine o básico e saiba por onde começar. Bora então?

ERP: sistema que resolve problemas dos negócios

Para começar, você precisa entender o conceito de ERP. A sigla vem de “Enterprise Resource Planning”, em inglês, e quer dizer Sistema de Gestão Integrada. Sua função principal, como já demos o spoiler ali no título do tópico, é solucionar demandas da gestão empresarial.

Isso significa algumas coisas: um, que praticamente qualquer negócio precisa e pode se beneficiar com o uso de um ERP, sendo este um ramo muito promissor para se investir. Dois, que ter um sistema ajuda a otimizar diversos processos internos e integrar diferentes departamentos de uma mesma organização, o que revela também o desafio envolvido aqui.

Pois é, para desenvolver um sistema ERP é preciso dar conta de diversas questões burocráticas e áreas de atuação que extrapolam os conhecimentos que você tem em TI. Um ERP completo contempla rotinas de praticamente todos os departamentos de uma empresa e o seu papel será reunir tudo isso em um software funcional e o mais simples possível.

Qual a sua importância?

Talvez você esteja se perguntando: “Ok, mas por que o sistema ERP é tão importante para os negócios?” Bom, falando de forma mais específica e prática sobre as funcionalidades do ERP, nós temos o ponto mais essencial que é a centralização dos dados e processos em uma única plataforma digital. 

Sistema ERP: como dar os primeiros passos para desenvolver

Com um sistema, todos os arquivos e informações importantes da empresa ficam mais seguros e fáceis de manipular, tudo ganha uma “casa” e fica organizado e acessível para ser encontrado, monitorado e, por consequência, gerenciado.

Isso leva otimização para toda a organização: facilitando a gestão e integração de informação, automatizando processos, agilizando e refinando decisões estratégicas, diminuindo erros e desperdícios, e aumentando a capacidade produtiva como um todo.

Começando do zero

sistema-ERP

Agora que você sabe o que é e qual a importância de um sistema ERP, que tal entrarmos nos passos e aspectos que o seu desenvolvimento precisa envolver? As perguntas a seguir são as que você deverá responder antes mesmo de começar a programação em si:

Quem será o seu cliente?

Como já falamos, um ERP pode atender os mais diversos tipos de empresa, tanto em termos de segmento quanto de porte. O que muda são as necessidades e complexidades que esse sistema vai precisar contemplar.

Você pode atender pequenas empresas, por exemplo, que têm um orçamento mais baixo para esse tipo de solução, mas também vão precisar de funções mais básicas como controle de estoque, financeiro e comercial.

Empresas médias podem demandar funcionalidades ligadas ao RH, às obrigações fiscais, logística e a gestão de cadeia de suprimentos. Enquanto as empresas de grande porte terão o maior orçamento e um nível de exigência equivalente, como de elementos de inteligência artificial e machine learning e processamento de um grande volume de dados.

A definição do seu cliente, portanto, depende das suas habilidades, oportunidades e vontades. Considere esses aspectos e se planeje nesse sentido antes de partir para os próximos passos.

Quais problemas seu ERP vai resolver?

Talvez a resposta anterior te dê um bom direcionamento para responder esta aqui. Cada organização vai ter suas necessidades individuais para o seu sistema, mas você não tem que pensar de forma tão específica neste momento se não estiver desenvolvendo diretamente para um cliente. 

Analise as demandas do segmento que você deseja atender e pense nos processos e funções que pretende contemplar no ERP. De uma forma geral, um sistema completo inclui as rotinas de faturamento, RH, compras, estoque e vendas, produção, financeiro e fiscal. Mas nada impede que o seu conte com apenas algumas delas e depois você o implemente.

Quanto vai custar o seu projeto?

Isso, obviamente, também depende da complexidade que esse ERP terá, dos profissionais que você irá precisar e de que forma você está pretendendo dar vida a ele. 

Você pode, sim, programar todo o sistema do zero, criando um ERP personalizado para uma empresa, o que naturalmente custará mais caro e levará mais tempo. Mas trabalhar com outsourcing, APIs e módulos fiscais integráveis também é uma possibilidade interessante que, sem dúvidas, pode impactar no valor.

Quem fará parte da sua equipe de devs?

Outro aspecto variável, mas vamos entender o básico: você precisará de um profissional especializado na linguagem escolhida para codar o software; alguém que manje de banco de dados para fazer as integrações; e também seria interessante contar com devs que entendem mais a fundo sobre as áreas contempladas no sistema (fiscal, financeira, etc).

Quanto mais completa for a sua equipe, mais rápido o projeto será finalizado e melhor será a qualidade do resultado final. Contar com ajuda dos seus clientes ou de profissionais de outras áreas (contadores, administradores) também pode ajudar nesse processo, viu?

Qual nível tecnológico vai alcançar?

Dependendo das funcionalidades que serão incluídas no sistema ERP, será necessário buscar e atingir um nível tecnológico mais avançado. Isso pode ter a ver tanto com as linguagens, frameworks, bibliotecas, APIs e componentes envolvidos na programação quanto com os recursos tecnológicos contemplados mesmo, como AI, por exemplo.

Essas questões também envolvem detalhes e demandas técnicas, como a hospedagem do sistema, o banco de dados, o sistema de segurança e outros aspectos de poder computacional e tecnológico.

Deve ou não deve contar com integrações?

Outro ponto muito importante para considerar ao desenvolver um sistema ERP é se ele vai demandar integrações com sistemas já utilizados pela empresa ou com módulos específicos que são uma demanda importante, mas o sistema em si não contempla.

Um exemplo são as demandas tributárias, que envolvem a emissão de documentos fiscais eletrônicos; elas são uma obrigação da grande maioria dos negócios e que, se você não tiver condições de programar por conta para contemplá-las no seu sistema, vale muito a pena buscar um módulo fiscal terceirizado para ser integrado.

Mas mesmo que você conte com um fornecedor externo, a integração em si precisará de uma certa atenção, para que as instalações e implementações sejam feitas da forma correta e tudo rode como deve.

Banner Blog PlugNotas

PlugNotas – solução API para documentos fiscais

Passou pela sua cabeça a dúvida de quem poderia ajudar você com esse último ponto e te fornecer um módulo fiscal integrável, completo e eficiente? Considere ter a TecnoSpeed como parceira!

Com a nossa API PlugNotas, você torna seu software capaz de emitir obrigatoriedades e documentos fiscais com muito menos esforço do seu time de desenvolvimento. Saiba mais no botão abaixo:

Complemente seu ERP com PlugNotas

E se quiser avançar ainda mais nesse assunto, confira também o nosso conteúdo sobre ERP híbrido, você vai gostar!

 

 

Summary
Sistema ERP: como dar os primeiros passos para desenvolver
Article Name
Sistema ERP: como dar os primeiros passos para desenvolver
Description
Descubra tudo o que você precisa saber para tirar um sistema ERP do papel e auxiliar inúmeros negócios com essa solução!
Author
Publisher Name
TecnoSpeed
Publisher Logo
9 ComentáriosFechar comentários

Deixe um comentário

Localização

Tecnospeed ©  2022. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.