Tempo de Leitura: 4 minutos

Neste post, te explicaremos tudo o que você precisa saber sobre boleto recorrente, este meio de pagamento tão interessante para você e seus clientes!


O boleto bancário é um dos meios de pagamentos mais populares dos brasileiros e não à toa: ele é seguro, prático e eficiente há muitos anos e para diferentes tipos de operações. Mas, existe uma variável desse tipo de transação que é o boleto recorrente, já ouviu falar, desenvolvedor?

O boleto recorrente otimiza as vendas de um negócio e o processo de compras para o cliente, seja no segmento de varejo, atacado ou prestação de serviços, pois permite a organização de pagamentos parcelados e/ou recorrentes.

Que tal entender melhor sobre esse formato de pagamento, como exatamente ele funciona, para quais empresas ele é interessante e outros detalhes que podem fazer a diferença na hora de pensar os meios de cobrança que integrarão seu software? É só continuar lendo!

Entenda melhor sobre o boleto

Antes de falarmos especificamente sobre o boleto recorrente, vamos entender melhor sobre o boleto de uma forma geral? O boleto bancário é um tipo de documento de cobrança, que pode ser físico ou virtual. Esse meio de pagamento existe desde os anos 80 no Brasil, ainda que o modelo que conhecemos hoje, com o código de barras, tenha nascido só em 1993.

A padronização e regulamentação dos boletos, assim como das demais operações e instituições bancárias do nosso país, é feita pela FEBRABAN, a Federação Brasileira de Bancos, garantindo a manutenção e confiabilidade deste meio de pagamento e cobrança.

O boleto bancário tem duas ferramentas que permitem o acesso às informações da transação que ele contempla: o código de barras e a sequência numérica que o acompanha. 

Todo boleto precisa reunir os dados do pagador, do recebedor e do valor da operação em si. E é o emissor que dá conta de preencher essas informações ao gerá-lo. Esse processo pode ser feito junto às instituições financeiras (em suas plataformas digitais), via geradores terceirizados ou através de um software próprio que integre a emissão e gestão de boletos.

Por outro lado, o pagamento pode ser feito nos caixas eletrônicos, lotéricas, internet banking ou apps dos bancos e/ou instituições financeiras do sacado. Após isso, o banco credita o dinheiro na conta do cedente dentro do período de compensação estabelecido.

boleto recorrente
Você sabe o que é boleto recorrente, desenvolvedor?

O que é boleto recorrente?

Ok, partindo do conceito de boleto, vamos entender o que é o boleto recorrente, então? Como o nome já sugere, o boleto recorrente é aquele que cobre pagamentos periódicos, ou seja, que têm uma certa continuidade, como um parcelamento, uma assinatura ou um contrato que se estenda por alguns meses e tenha um valor fixo e recorrente neste prazo.

Esse meio de pagamento e cobrança é uma alternativa para os casos em que o cliente não possui um cartão de crédito, mas ainda assim gostaria de realizar o pagamento de forma parcelada ou fazer a contratação do serviço. 

Para o prestador ou empresa emissora do boleto recorrente também existem vantagens: é possível organizar de forma centralizada os pagamentos de um longo período, reduzir significativamente a inadimplência e estabelecer estratégias de fidelização dos clientes ao oferecer descontos para os clientes frequentes ou que realizam o pagamento em dia.

Além disso, outro ponto fundamental e vantajoso dos boletos recorrentes é que, geralmente, eles são gerados e enviados de forma automática durante o período da contratação ou cobrança programada, assim todo o processo fica mais simples, rápido e eficiente, com menos chances de esquecimentos ou erros de preenchimento.

Como ele funciona?

Na prática, o boleto recorrente é mais simples do que parece: o cliente realiza uma compra parcelada ou contrata um serviço por determinado período e opta pelo pagamento via boleto; uma data de vencimento é estabelecida e, mensalmente, um boleto é emitido e enviado ao cliente (via e-mail ou correspondência) para fazer a cobrança recorrente.

O cliente deve efetuar os pagamentos até a data do vencimento e, portanto, tem a responsabilidade pelo pagamento em uma agência bancária ou outro meio de recebimento de boleto, diferente do que acontece no pagamento via cartão de crédito ou débito automático, em que a cobrança bancária ocorre diretamente na conta do usuário.

Quais empresas necessitam do boleto recorrente?

Quando o assunto são as aplicações do boleto recorrente como meio de cobrança, talvez você possa se surpreender com o quanto ele pode ser versátil e atender e beneficiar diferentes tipos de negócio.

Um primeiro grande exemplo de modelo de negócio que precisa contar com o boleto recorrente entre seus meios de pagamento são os streamings e demais serviços de assinatura, podendo ampliar ainda mais o público que alcançam.

Outros exemplos em que os pagamentos recorrentes são comuns e muito necessários são em escolas, universidades e outras instituições de ensino; em academias, clubes e outros serviços de lazer; e também seguradoras e planos de saúde ou odontológicos.

Por fim, é claro, o setor de SaaS, em que planos e licenças de softwares são vendidos por períodos determinados e precisam ser constantemente renovados para a manutenção do uso pelos contratantes.

Viu só como o boleto recorrente é relevante e útil em diversos segmentos e modelos de negócio? Em qualquer cenário em que houver compras em série ou uma contratação estendida, o boleto pode ser conveniente para diversos clientes e, portanto, precisa ser considerado pelos gestores como um meio de pagamento a ser contemplado.

Já para você, desenvolvedor ou gestor de software house, isso importa exatamente porque todos esses negócios precisarão de você e das suas soluções para colocar isso em prática. Apostamos que seus clientes estão sempre pedindo que novos recursos de cobrança sejam integrados ao software ou que diversos deles teriam muito interesse nesse tipo de upgrade. 

E o boleto recorrente é apenas um exemplo de implementação que você pode levar para dentro do seu sistema. Investir em meios de pagamento é essencial hoje em dia e sua software house precisa estar preparada.

Quer saber mais sobre isso e sair na frente da concorrência nesse sentido? Entenda melhor sobre outras formas de cobrança em software

Ver mais artigos do Blog

Para explorar e aprofundar ainda mais seus conhecimentos relacionados a pagamentos e outras temáticas e aspectos financeiros, não deixe também de conferir nossos conteúdos sobre fintech!

Summary
Boleto recorrente: conheça e entenda como funciona essa forma de cobrança
Article Name
Boleto recorrente: conheça e entenda como funciona essa forma de cobrança
Description
Boleto recorrente: o que é e como esse meio de cobrança funciona
Author
Publisher Name
TecnoSpeed
Publisher Logo
0 ComentáriosFechar comentários

Deixe um comentário

Localização

Tecnospeed ©  2022. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.