Emitir NFSe com Delphi: veja os principais passos

Para um ERP emitir NFSe com Delphi, é necessário conhecer essa linguagem e os pontos de atenção na integração do componente de notas fiscais.


Um time de desenvolvimento enfrenta vários desafios conforme as demandas. São diversos tipos de software para as mais variadas áreas, mas uma plataforma de gestão financeira pode ser complexa, devido aos vários componentes necessários.

Entre os desafios, os desenvolvedores se deparam com a missão de criar um componente para emitir NFSe com Delphi.

A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica é um documento que formaliza transações de prestação de serviços e pode inclusive ser usada como recibo.

Para uma empresa, ela representa uma redução de custos ao dispensar gastos com papel, tintas de impressão e outros materiais, além de dispensar a necessidade de espaço no escritório para arquivos físicos.

A emissão da NFSe é feita diretamente pelo site da prefeitura municipal correspondente à sede da empresa em questão, assim como outros tipos de notas.

É um procedimento obrigatório na prestação de serviços, sendo comum ser usada pela internet. É uma ação normalmente realizada por empresas do tipo MEI (microempreendedor individual), Simples Nacional, de pequeno porte (EPP), entre outras.

Com isso, todo software financeiro precisa estar preparado para fazer a comunicação com esse tipo de documento.

Entre as diferentes linguagens usadas pelos times de desenvolvimento, um das formas que mais são aplicadas é tornar uma plataforma financeira apta para emitir NFSe no Delphi.

Se você ou a sua equipe tem dificuldades com a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica ou mesmo precisa se adaptar ao Delphi, preparamos este conteúdo como um guia para ajudá-lo.

A seguir, vamos explicar mais sobre a emissão de NFSe, o que é a linguagem de programação Delphi e, por fim, como facilitar a emissão dos documentos!

api rest nfse no seu software, tudo automatizado. Conheça aqui

Como funciona a emissão de NFSe?

Apesar de a emissão de NFSe ser feita pelo site da prefeitura, é possível integrar módulos automáticos no seu software para facilitar o trabalho das empresas clientes.

A grande dificuldade é que não há um padrão específico entre os órgãos municipais, tendo cada município os seus formatos específicos.

Por isso, o processo é complexo e envolve vários fatores. Com isso, independente da linguagem utilizada no software, o componente para emitir NFSe precisa estar preparado para permitir a personalização de cada layout de impressão.

Para que o processo seja realizado, é necessário ter alguns itens incluídos no processo.

O certificado digital, por exemplo, é exigido na assinatura do documento, conferindo validade. Diante das diferenças nas prefeituras, algumas não necessariamente exigem esse certificado.

Já o documento XML equivale à nota fiscal eletrônica (NFe) e reúne as informações de compra do cliente. A vantagem é que não precisa ser impresso, mas deve ser guardado por pelo menos 5 anos, por exigência da Receita Federal.

Entendendo a linguagem Delphi

Uma das linguagens de programação mais comuns entre os desenvolvedores no Brasil, o Delphi alcançou esse status por ser bastante estável e por ter uma quantidade variável de recursos.

Tanto os novos como antigos programadores conseguem utilizá-lo de forma prática, alcançando um aprendizado mais rápido no cumprimento de novas demandas.

Existem várias versões dessa linguagem, mas destacamos especialmente o Delphi 7, já que tem uma utilização em grande escala nas aplicações.

É a versão mais utilizada no desenvolvimento de ERPs de grande porte, ainda que as mais recentes estejam atualizadas com ainda mais recursos, tornando-se capazes de competir com as linguagens mais modernas do mercado.

Nesse contexto, entendemos que muitos dos nossos clientes tendem a trabalhar com esse tipo de linguagem, independente da versão. Por isso, aqui na TecnoSpeed, nossas soluções são desenvolvidas com cuidado para atender principalmente a esse público.

Nossos componentes DLL são adaptados a várias linguagens de programação, mas optamos por utilizar originalmente o Delphi para posterior adequação às demais opções disponíveis.

Ainda que a sua equipe tenha alguma dificuldade para lidar com o Delphi, estamos à disposição para ajudar com uma consultoria técnica especializada, preparada com o conhecimento adequado sobre a linguagem.

Mais do que isso, ajudamos a construir o seu ERP com componentes DLL e APIs especiais para esse formato de programação, como um módulo específico para emitir NFSe com Delphi.

Confira agora como o nosso PlugNotas pode ajudar o seu software a disponibilizar essa tarefa aos seus clientes!

Veja como emitir NFSe com Delphi no PlugNotas

O PlugNotas é a API de emissão de notas fiscais da TecnoSpeed. Compatível com diversas linguagens de programação, a solução facilita emitir NFSe com Delphi em poucos minutos.

A integração é feita a partir de arquivos JSON, permitindo gerenciar toda a comunicação com as plataformas de emissão de NFSe das prefeituras em apenas uma única requisição.

Uma das vantagens é que a API emite para todo o Brasil, liberando as preocupações com as particularidades de cada prefeitura a partir de um layout de impressão whitelabel.

O PlugNotas ainda identifica e resolve automaticamente as instabilidades de sistema, podendo inclusive recuperar uma comunicação perdida e operar de forma offline.

Com isso, o emissor fica livre de falhas de comunicação, exigências nos padrões de impressão e outras questões comuns relacionadas à ação de emitir NFSe em Delphi.

Além disso, não precisa se preocupar com as notas que não tiveram autorização ou não tiveram o envio concluído, uma vez que o próprio sistema do ERP toma conta de completar o processo.

De forma geral, o usuário apenas se preocupa em emitir as notas, em vez de se ocupar com cada ação do processo.

Conheça o PlugNotas

Fazendo a integração com o PlugNotas

Ao optar por uma API pronta de emissão de notas, a sua equipe tem o trabalho reduzido para desenvolver um ERP, focando em questões mais importantes.

A integração da API do PlugNotas no seu software é muito simples e exige apenas dois passos.

Primeiro, você precisa gerar o arquivo JSON com ID de integração único por CNPJ. Então, é só enviar o JSON ou CSV pela rota “/nfse”. Uma vez integrado, o PlugNotas está habilitado para fazer todo o processo de autorização das notas, utilizando os dados do JSON ou CSV para criar o XML de envio. Você irá receber o XML de retorno automaticamente, já impresso para seu cliente!

Quer conhecer a nossa solução para emitir NFSe com Delphi? Saiba mais sobre o PlugNotas NFSe e entre em contato com a nossa equipe de atendimento!

Formado em Comunicação em Multimeios. Analista de Marketing da TecnoSpeed, focado em produção de conteúdos para mídias digitais.

Artigos relacionados