Tempo de Leitura: 4 minutos

Como está o planejamento anual da sua empresa? Separamos dicas valiosas para você executar nesse processo essencial para o crescimento do seu negócio. Veja!


O planejamento anual é fundamental para todas as empresas, independentemente do porte. Afinal, é ele que norteia todas as ações que serão realizadas no próximo ano, qual a finalidade de cada uma delas e o passo a passo para executá-las.

Com acesso a essas informações, os membros de cada departamento vão saber onde concentrar esforços e a empresa fica em sintonia a nível micro e macro. Neste artigo explicamos quais são os impactos que um bom planejamento anual pode ter no seu negócio e dicas de como fazê-lo. Confira! 

PlugDash: dashboard personalizável, inteligente e dinâmico.

O que é planejamento anual?

O planejamento anual voltado para empresas é uma ferramenta que indica quais serão os objetivos e metas para o próximo ano e descreve todo o plano de ação necessário para alcançar os resultados previstos. 

Quais são impactos para o seu negócio

No dia a dia de um negócio nem sempre é fácil priorizar decisões estratégicas ou construir indicadores para avaliar os resultados obtidos. Essas demandas precisam de tempo para serem feitas e é por isso que existe o planejamento anual.

Fazê-lo também é uma forma de conhecer mais sobre a realidade da empresa. Veja um exemplo: se sua empresa planeja dobrar a produção no próximo ano, quais são os recursos humanos e técnicos necessários? Quanto vai demandar de investimento em cada área?

As respostas para essas perguntas precisam ser contempladas no planejamento e podem estar relacionadas à corte de gastos em outros setores, chegada de investimentos externos, realocações de colaboradores, entre outros motivos.

Outra vantagem do planejamento anual é a possibilidade de fazer uma gestão de equipe melhor. Ter os objetivos da empresa bem definidos é o primeiro passo para desenhar planos de carreira coerentes, que informem com assertividade o que é esperado dos funcionários.

E o mesmo vale para projetos inovadores. Fazer um planejamento é pensar no futuro e imaginar as ameaças e as oportunidades que podem afetar o desenvolvimento de novos produtos e serviços, certo? Dessa forma sua empresa estará preparada para lidar com imprevistos, reagindo com mais agilidade e contendo gastos ou danos.

Plano de ação

O plano de ação é o documento que ampara todas as atividades que serão realizadas para cumprir os objetivos propostos no planejamento, explicando como e por que fazê-las, delegando os responsáveis pela execução e indicando o prazo de entrega e os custos para realizá-las.

Dicas de como fazer um planejamento anual

Há inúmeras formas de fazer um bom planejamento e cada empresa costuma adaptar modelos de instituições especializadas no tema ou contratar consultores para orientar o processo.

Fizemos uma lista citando itens relevantes para a composição do planejamento anual, que estão presentes em diferentes métodos. Boa leitura! 

1 – Analise o que melhorar 

Olhar para o desempenho da empresa nos anos anteriores é uma das formas de criar metas realistas e bons indicadores de avaliação. É importante contextualizar as informações e organizá-las de modo que fique evidente se houve alterações significativas que afetaram o crescimento do negócio, por exemplo. 

Em relação ao último planejamento anual, observe quais objetivos e metas foram alcançadas e quais ainda precisam ser trabalhadas no ano seguinte. 

2 – Estude o mercado 

Acompanhe e revise seus concorrentes. Eles ainda são os mesmos? Como têm se comunicado com o público? Quais novidades colocaram no mercado? Essa é uma forma de compreender melhor qual o papel da sua empresa no segmento em que atua e visualizar aspectos que podem ser aprimorados.

Faça estudos sobre o público-alvo e persona do seu negócio. Eles ainda são os mesmos? Se sim, quais necessidades seus clientes têm? Sua empresa pode lançar novos produtos para atendê-los? Há outro segmento de público que pode se beneficiar das soluções oferecidas? Os canais de comunicação ainda são qualificados para um diálogo qualificado com esse público? 

Esteja atualizado à legislação brasileira. As mudanças no setor tributário e fiscal podem afetar drasticamente o planejamento anual da sua empresa, sobretudo na parte orçamentária, por isso é preciso estar muito atento a essa questão!

Vamos citar dois exemplos:

  1. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) ou Lei Nº 13.709, que já está em vigor, estabelece regras e obrigações sobre toda e qualquer atividade que envolve a coleta e/ou armazenamento de dados pessoais;
  2. O anúncio do fim da desoneração da folha de pagamento para as 17 atividades econômicas beneficiadas (que inclui TI), previsto para dezembro de 2021, que vai implicar no aumento da carga tributária. 

3 – Fique de olho nas tendências

Como podemos prever tendências e o comportamento do mercado? Estudando! 

A pandemia do novo coronavírus, que começou em 2020, trouxe uma série de transformações profundas que alteraram regimes de trabalho e o comportamento do consumidor. 

Essas novas realidades devem ser consideradas no planejamento 2021, entre elas o aumento de contato e tomada de decisão via conexão remota e regime de trabalho home office. 

4 – Defina os orçamentos 

Este item merece muita atenção e é decisivo para a saúde financeira da empresa. A principal dica é avaliar os gastos do ano anterior e listar quais são os investimentos necessários para a operação atingir as metas e objetivos estipulados.

Se o segmento de atuação do seu negócio foi um dos mais afetados pela pandemia mundial em 2020, faça uma planejamento anual considerando cenários contemplem diferentes realidades.

5 – Faça calendários de ações

O calendário é o “melhor amigo” do plano de ação! Uma empresa deve ter diferentes tipos de calendário – promocional, de campanhas, de marketing, a agenda tributária, entre outros – e todos estão sob o “guarda-chuva” do planejamento anual. Afinal, eles também devem corresponder aos objetivos e metas pré-definidas.

Saiba quando suas ações irão sair no planejamento anual
O calendário deve ser coerente com as ações propostas e considerar os períodos de pré-produção das atividades, execução e análise de resultados. | Imagem: Omar Ghossen – Unsplash.

Vamos as dicas:

  • O calendário de marketing deve se beneficiar e se preparar para as sazonalidades de mercado que afetam o nicho. As datas comemorativas que fazem sentido para o setor de atuação devem ser exploradas e também é interessante trabalhar com momentos exclusivos, como aniversário da empresa;
  • As ações do calendário de marketing devem ser integradas ao calendário promocional, para que os setores tenham uma excelente comunicação e resultados melhores. Outra vantagem é evitar demandas de última hora, que atrapalham o fluxo de trabalho dos funcionários; 
  • Manter a agenda tributária atualizada é uma formas de garantir que todos os pagamentos de impostos sejam feitos em dia, evitando problemas com o fisco e, consequentemente, preservando a imagem do seu negócio.

6 – Faça o monitoramento contínuo

O trabalho não termina quando o planejamento anual é finalizado e aprovado. Pelo contrário, é aí que ele começa! Colocar as ações em prática exige um bom alinhamento interno e, sobretudo, um acompanhamento eficaz.

É o monitoramento contínuo que informa se a empresa está no caminho planejado ou distante dele. Estar sempre atento aos indicadores de sucesso também é um meio de prevenir situações adversas ou resolvê-las de forma ágil. 

Com o PlugDash fica muito mais fácil visualizar todos os gráficos, números e indicadores estratégicos do planejamento anual. A aparência, o formato, a disposição das informações podem ser personalizadas de acordo com a necessidade do seu cliente!

Localização

Tecnospeed ©  2021. Feito com ❤ pelo time Tecnospeed.